Economia

Black Friday: Maquiagem de preços é principal reclamação no Procon-SP

Publicados

em


source
.
Reprodução: iG Minas Gerais

Black Friday


A Black Friday motivou, até às 17h, 458 atendimentos no Procon-SP. Entre o primeiro boletim, divulgado às 9h, e o atual o órgão registrou um aumento de 219% nas reclamações. Do total, foram registradas 280 queixas e 178 consultas e denúncias nas redes sociais.


Quase um terço das reclamações recebidas pelo órgão (77) denunciam maquiagem de preço, ou seja, caso que o desconto oferecido não reflete a real queda do preço. Na segunda posição da lista dos motivos mais frequentes de queixas, estão produto e/ou serviço indisponível, com 52 registros, seguidos por mudança de preço ao finalizar a compra, com 42.

Até o momento, a empresa mais reclamada é a B2W Companhia Digital (americanas.com, Submarino, Shoptime, Soubarato) com 27 reclamações. Em seguida aparece Via Varejo (Casas Bahia, Pontofrio e Extra.com.br), 19; Kabum Comércio Eletrônico S/A e Magazine Luiza, 18.

Leia Também:  Passo Fundo voltará a receber voos da Azul em maio

Fernando Capez, diretor-executivo do Procon-SP , ressalta que o órgão segue monitorando as promoções ofertadas pelas empresas, e pede atenção do consumidor na hora da compra. “A defesa do consumidor terá prioridade total. Tome cuidado, siga nossas dicas e denuncie. Estamos atentos e as empresas que tentarem transformar essa data promocional em uma dor de cabeça para o consumidor serão punidas exemplarmente”, avisa Capez.

Veja como fazer sua reclamação

O Procon-SP disponibiliza no seu site (https://bit.ly/3lidaWB) e aplicativo um espaço específico para quem tiver problemas durante a Black Friday . A reclamação registrada no botão Black Friday será enviada imediatamente para o fornecedor, que terá até dez dias para dar uma solução ao consumidor.

No espaço, que fica acessível na página inicial do site e aplicativo, é possível informar problemas específicos do evento, como site intermitente ou congestionado, maquiagem de desconto, mudança de preço ao finalizar a compra, pagamento com boleto bancário indisponível, desconto ao mudar a compra e pedido cancelado após a finalização da compra. Além dos casos de não entrega, demora na entrega e produto/serviço entregue com defeito.

Leia Também:  Natura vai devolver valores reduzidos de salários de funcionários

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Passo Fundo voltará a receber voos da Azul em maio

Publicados

em


source

Contato Radar

Passo Fundo voltará a receber voos da Azul em maio
Gabriel Araújo

Passo Fundo voltará a receber voos da Azul em maio

A Azul informou nesta terça-feira (26) que retomará as operações para Passo Fundo (PFB) a partir do dia 12 de maio.

De acordo com a companhia, serão três voos diários entre a cidade gaúcha e Campinas (VCP), principal hub da Azul. A operação será feita pelo Embraer 195-E1, com capacidade para 118 passageiros.

Desde novembro de 2020, o Aeroporto Lauro Kortz passa por obras que visam a reconstrução da pista, implantação de faixas de pista e áreas de segurança nas cabeceiras, sistema de drenagem, pátio de aeronaves e novo terminal de passageiros.

Além disso, constam no projeto a construção de um novo estacionamento de veículos, via de acesso, novo sistema de balizamento luminoso e equipamentos e auxílios à navegação aérea, que permitirão a operação por instrumento (IFR).

Você viu?

“Estamos felizes em poder anunciar o retorno das nossas operações em Passo Fundo, que é uma base muito importante para a Azul, e com isso voltar a atender a localidade conectando a cidade com todos os destinos operados pela companhia”, aponta Vitor Silva, gerente de Planejamento de Malha da Azul.

Leia Também:  Natura vai devolver valores reduzidos de salários de funcionários

Abaixo, veja os horários:

alt

O post Passo Fundo voltará a receber voos da Azul em maio apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA