Política Nacional

Bivar avisa União Brasil que desistiu de concorrer ao Planalto

Publicados

em

 

Presidente do União Brasil, Luciano Bivar
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Presidente do União Brasil, Luciano Bivar

Presidente do União Brasil, o deputado federal Luciano Bivar (PE) disse à cúpula do partido que  desistiu de sua candidatura à presidência da República e concorrerá a um novo mandato na Câmara dos Deputados. Bivar deve oficializar sua saída da corrida ao Palácio do Planalto na tarde deste domingo na convenção estadual da sigla em Pernambuco.

Vice-presidente do União Brasil, o ex-deputado Mendonça Filho confirmou ao GLOBO que Bivar abriu mão da disputa presidencial e disse que a sigla agora avalia se mantém ou não candidatura própria.  Bivar mantinha conversas para uma eventual aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas essa possibilidade enfrentou forte resistência da ala ligado ao ex-prefeito de Salvador e candidato ao governo da Bahia, ACM Neto.

“Com a desistência de Bivar e sua candidatura a deputado por Pernambuco caberá a executiva do partido encontrar uma saída. Temos que ver se passará por uma candidatura própria ou uma não candidatura. Vejo esses dois caminhos. E não vejo caminho com o PT”,afirma Mendonça Filho, que integra a direção da sigla em Pernambuco, terra natal de Bivar.

De acordo com integrantes da direção do União Brasil, Bivar tem defendido internamente que a sigla lance a senadora Soraya Thronicke (MS) à presidência da República, então vice de Bivar. Há ainda outros nomes que são citados, mas a maioria das lideranças prefere optar pela neutralidade.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

Pros retira candidatura de Pablo Marçal e deve apoiar Lula

Publicados

em

Candidatura de Pablo Marçal foi retirada pelo Pros
Reprodução/Twitter

Candidatura de Pablo Marçal foi retirada pelo Pros

A candidatura presidencial do coach Pablo Marçal foi retirada pela nova direção do Pros. A formalização ocorreu em Brasília, na última sexta-feira (6), após a convenção nacional, mas uma  nova decisão judicial fez com que houvesse mudança na cúpula do partido.

A remoção da candidatura foi feita de maneira unânime em votação realizada com a presença de 29 correligionários na reunião. A ata foi registrada pela agremiação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Com a retirada de Marçal, a nova direção do Pros vai declarar apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno da eleição presidencial, que ocorrerá no dia 2 de outubro.

O partido vive uma guerra judicial desde semana passada, tendo mudança na direção três vezes. Em 31 de julho, a Justiça determinou que Eurípedes Júnior voltasse ao comando da sigla. Porém, três dias depois, ele foi removido do cargo, sendo substituído por Marcus Holanda.

Leia Também:  Samu realizou mais de 400 atendimentos no primeiro mês em Cachoeiro

Só que, na quinta-feira (4), o ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Ricardo Lewandowski devolveu a presidência do Pros para Eurípedes.

Marçal avisou que irá recorrer da decisão e acusou a retirada da sua candidatura de ser um golpe. “Minha candidatura é um ato jurídico perfeito, dentro do prazo hábil. Tem que ter um prazo para divulgação o que está rolando agora é um golpe, estão fazendo uma reunião de maneira escusa”, concluiu.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA