Entretenimento

Belo chora ao falar de prisão e alega que continuará fazendo shows: “Vivo disso”

Publicados

em


source
Belo chora em entrevista a Léo Dias
Reprodução YouTube

Belo chora em entrevista a Léo Dias

Marcelo Pires Vieira, mais conhecido como Belo, concedeu uma entrevista para falar sobre a sua detenção. O cantor foi indiciado por crime de epidemia, invasão de prédio público e associação ao tráfico por ter feito um show no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro.

No momento em que foi detido, Belo estava sendo entrevistado por Rodrigo Faro na residência do apresentador da Record. Segundo ele, do nada, a polícia bateu à porta e pediu para que ele os acompanhassem. Sobre este episódio, o cantor diz sentir vergonha.

“Passou um filme na minha cabeça, me senti muito envergonhado com a família do Rodrigo, com os filhos dele, a minha esposa vendo, porque eu não sei o que estava fazendo, o que eu tinha feito”, disse Belo, visivelmente emocionado, a Léo Dias.

Aglomeração não é culpa minha

Questionado se tinha conhecimento que o prédio utilizado para o show era do governo, Belo se isenta. “Eu tenho um escritório que cuida da logística do show, muitas das vezes eu não sei nem onde vou me apresentar. Dentro desse escritório a minha função é a arte, chegar no palco e fazer show. Meu trabalho é só cantar. Essa questão do local é com o escritório”. 

Leia Também:  Rei das parcerias, Jerry Smith grava "Modo Facinha" ao lado da ex-peoa Tays Reis

Indiciado por crime de epidemia, ou seja, gerar aglomeração, o cantor pede desculpas e enaltece a esposa, Gracyanne Barbosa.  “Se eu fiz aglomeração, eu peço desculpas. Graças a Deus eu tenho uma esposa que trabalha bastante na rede social, que ajuda muito na renda familiar, então, deu para dar uma segurada na pandemia, mas estamos no limite”, disse ele.

Você viu?

“Quando a gente sai para os shows é porque a gente precisa. A minha vida é cantar, agora cantar é crime? Se cantar agora é crime, minha vida acabou”, acrescentou.

Belo após a prisão

Cantor Belo
Reprodução Instagram

Cantor Belo

Ao falar sobre a noite em que passou na prisão, o artista volta a se emocionar. “Não dormi, estou sem dormir até agora. Eu não quero reviver isso na minha vida. Isso para mim é um pesadelo que eu não consegui acordar”, analisou. 

“Eu tomei um baque muito grande, meu psicológico está abalado. Não quero ser injustiçado, não cometi crime nenhum, só fui lá cantar”, continuou.

Leia Também:  Talk show de Jojo Todynho estreia em abril no Multishow

Mesmo abalado por falar do episódio, Belo garantiu que continuará fazendo shows durante a pandemia. “Eu preciso, eu vivo disso, é a minha vida. Eu não posso parar, tem gente que depende de mim”, afirmou.

Por fim, questionado se tinha ciência que estava se apresentando em um prédio público, Belo ponderou. “Isso não passa por mim. Eu não tinha conhecimento disso da escola. Eu não sabia que era uma escola. Era a primeira vez que eu fui ali, eu sou do Rio, não sou de São Paulo”.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Produtora da Globo e da Record morre de Covid-19

Publicados

em


source
Danny Scatena
Reprodução

Danny Scatena

Um das produtoras de plateias mais conhecida da Globo e da Record, Danny Scatena, de 36 anos, foi mais uma vítima da Covid-19. Ela começou a sentir os primeiros sintomas da doença na quarta-feira (3) e três dias depois, procurou atendimento Unidade de Pronto Atendimento do Parque das Laranjeiras em Sorocaba com fortes dores de cabeça, coriza e diarreia. Danny chegou a fazer teste de Covid-19 e recebeu medicação antes de ser liberada. Neste domingo (7), ela piorou, foi internada às pressas e depois de sete paradas cardíacas, morreu na madrugada desta segunda-feira.

Edilene Scatena Rodrigues, mãe de Danny, que se identificava como gênero neutro, contou em entrevista ao G1, que resultado do exame de coronavírus não saiu, mas que os médicos colocaram no atestado de óbito, insuficiência cardíaca, pressão alta e diabetes, e que tudo levava a crer se a Covid-19 mesmo. Não sei onde ele pegou. Neste ano, fazia um mês que ele estava voltando ao trabalho. Essa doença matou meu filho em quatro dias.”

Ana Paula Minerato foi uma das famosas que fizeram questão de prestar uma homenagem à produtora. “Que Deus te receba bem meu amigo. Estou em estado de choque com essa notícia, essa praga da Covid-19 devastando nossas vidas. Para sempre no meu coração, amigo. Te amei e vou te amar muito. Descansa em paz”, escreveu a musa.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA