Pet

Batata, um adorável gato sem orelhas que encanta nas redes sociais

Publicado em

Potato, como é seu nome em inglês, foi retirado das ruas da China
Reprodução/Instagram/@no_ear_meow_potato

Potato, como é seu nome em inglês, foi retirado das ruas da China

Batata teve uma vida difícil, quando vivia como um gato de rua na China, ao lado de seu melhor amigo felino chamado Horlick. Os dois foram resgatados juntos, mas Horlick foi adotado alguns meses antes, mas a mesma família voltou pelo Batata alguns meses depois.

“Batata viveu nas ruas da China com Horlick e alguns outros gatos. Mais tarde, ele foi levado por uma senhora de Hong Kong, mas infelizmente ela morreu em 2016”, disse Carl Leong, atual tutor do Batata.

Segundo Carl, um abrigo de gatos cuidou dos felinos, até que ele e a esposa adotaram o Horlick em 2018, na época, Batata ainda tinha as orelhas. “Depois de alguns meses, decidimos adotar outro gato, então visitamos o abrigo novamente e escolhemos o Batata, pois ele é um velho amigo de Horlick”, contou.

Nessa época o abrigo havia descoberto um adenoma ceruminoso nos canais auditivos e por volta das orelhas o felino. Após resolverem algumas questões com o abrigo, o casal levou o Batata para casa, como lar temporário, para observarem mais de perto o desenvolvimento da doença e dar a ele uma chance de aproveitar a vida em uma casa.

Adenoma ceruminoso é um tumor da orelha que pode causar dor, zumbidos e até perda auditiva caso não seja tratado. Felizmente, a audição do shorthair (nome dado a gatos de pelagem curta) mestiço não foi tão prejudicada, embora ele tivesse que passar por uma cirurgia de três horas para remover completamente as duas orelhas.

“Infelizmente, voltou ainda pior no final de novembro de 2019 e, após consultar o veterinário, foi decidido que seria melhor remover os canais auditivos e as abas das orelhas para evitar recorrência e mais sofrimento”, explicou Carl.

Os tumores não eram cancerígenos, mas causavam muito sofrimento ao animal e retirá-los era o certo a se fazer.

“Ele coçava as orelhas e a cabeça com mais frequência e às vezes até causava mais feridas externas e sangramento ao redor das orelhas. A inflamação também foi vista em seus canais auditivos. A cirurgia foi tranquila em janeiro de 2020 e o Batata se recuperou bem. Nós o adotamos oficialmente após a cirurgia”, contou o tutor.

Em apenas duas semanas os pontos da cirurgia já estavam cicatrizados e o Batata já estava saudável em seu lar definitivo. Para compartilhar o dia a dia dos gatinhos, a família decidiu criar um perfil no Instagram, como uma forma de levar energia positiva para as pessoas. Eles já contam com mais de 17.6 mil seguidores.

“Sua audição é menos sensível do que antes, como ouvimos quando cobrimos nossos ouvidos com as mãos. Mas felizmente ele ainda é muito responsivo e efeitos colaterais visíveis não aconteceram. Como um gato de rua, sua personalidade era como um gângster, mas na verdade ele é muito adorável. Ele era tímido no começo, mas uma vez adaptado, tornou-se muito brincalhão e interativo”, completou Carl, que espera que mais pessoas possam dar a chance para que outros gatos de rua encontrem lares felizes.

Para garantir que o seu pet terá toda a ajuda sempre que precisar, o iG Pet Saúde conta com planos que incluem visitas de rotina, internações, cirurgias, aplicações de vacinas e muito mais.  Conheça todas a vantagens de se ter um plano de saúde pensado especialmente para deixar o seu pet feliz!

Acompanhe o Canal do Pet  e os maiores destaques do  Portal iG no Telegram!

*Com informações do Metro.UK

Fonte: IG PET

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ratos são ótimos como pets e bem diferentes do que se pensa; entenda
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pet

Guia de Raças: conheça o Cesky Terrier, o cachorro raro e com franja

Published

on

O Cesky Terrier é uma raça de cão conhecida por ter uma franja que nasce da testa
Pixabay

O Cesky Terrier é uma raça de cão conhecida por ter uma franja que nasce da testa

A raça Cesky Terrier, também conhecida como Bohemian Terrier, é originária da República Tcheca e é o resultado de um cruzamento entre outras duas raças: um Sealyham Terrier macho e uma Scottish Terrier fêmea.

O objetivo do cruzamento , idealizado pelo geneticista tcheco Frantisek Horak, foi o de criar uma raça de Terrier de caça que tivesse peso leve, membros curtos, que fosse bem pigmentada, com orelhas caídas, além de ser fácil de tratar e de treinar.

A ideia de Horak era criar uma raça que conseguisse caçar verozmente como um verdadeiro terrier, mas também trabalhar em matilhas como cães de caça de porte maior  e, ao mesmo tempo, ser gentil e obediente em casa, como os retrievers .

Para atingir a pelugem específica , há alguns historiadores que afirmam que o geneticista utilizou também as raças  Dandie Dinmont Terrier e Dachshund de pelo duro.

A pelagem fina e sedosa vem em vários tons de cinza, incluindo uma platina deslumbrante. Pelos faciais ondulados dão a Ceskys um visual esportivo e continental, e o pescoço médio-longo dá uma pitada de elegância a esses terriers. Os machos costumam medir 29 cm e as fêmas 27 cm.

Leia Também:  Sódio não é vilão e tem papel importante na alimentação dos animais

Os Ceskys foram reconhecidos oficialmente pela Federação Cinológica Internacional em 1963 e importados pela primeira vez para os Estados Unidos no final de 1980. A raça foi admitida no American Kennel Club (AKC) – um dos maiores clubes de registro genealógico de cães de raça pura do mundo – em 2011. 

A personalidade do Cesky Terrier

O Cesky Terrier é um companheiro inteligente que gosta de brincadeiras, além de ser aventureiro. É ótima companhia para as crianças e também de caminhada. Eles são tenazes, mas um pouco mais descontraídos e dóceis do que o terrier padrão.

Embora a raça seja determinada e guiada pelo instinto de caça às presas, ela tem um comportamento mais maduro do que um terrier típico.

São desconfiados com estranhos e protetores com os entes queridos, o que os tornam bons  cães de guarda , o que é facilitado com a capacidade ágil que eles têm de treinamento e a vontade natural de querer agradar.

O grande problema é que eles são uma uma raça escassa, que conta com cerca de 600 animais vivendo nos Estados Unidos, de acordo com o American Kennel Club. 

Cuidados básicos com a higiene

Aparar o pelo de um Cesky Terrier exige um tosador profissional de confiança pelo fato da raça ser escassa e muitos especialistas em tosa nem sequer terem visto um na vida.

Leia Também:  Segurança viraliza após proteger cachorro de garoa com guarda-chuva

A pelagem da raça não costuma soltar muita sujeira, então é preciso dar banhos regulares. Um ponto de atenção são os pelos nas orelhas, que costumam ser fartos e, por consequência, precisam ser aparados regularmente para evitar  infecção na região.

E é claro, o charme está nos pelos que crescem na região próxima da testa e que dão um ar diferenciado para a raça com uma franja única. Contudo, é importante prestar atenção se esse pelo não vai atrapalhar a visão do animal ou incomodar os olhos.

Cuidados básicos com a saúde

Esta raça apresenta alguns problemas genéticos devido ao cruzamento que a deu origem, como joelhos escorregadios, problemas cardíacos, atrofia progressiva da retina e catarata.

Muitos sofrem também com um problema neurológico conhecido como Scotty Cramp, um distúrbio que faz com que o cão tenha espasmos, afetando seu movimento, mas que não representa risco de vida.

Para garantir que o seu pet terá toda a ajuda sempre que precisar, o iG Pet Saúde conta com planos que incluem visitas de rotina, internações, cirurgias, aplicações de vacinas e muito mais.  Conheça todas a vantagens de se ter um plano de saúde pensado especialmente para deixar o seu pet feliz!

Acompanhe o Canal do Pet  e os maiores destaques do  Portal iG no Telegram!

Fonte: IG PET

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA