Mulher

Azulejos na decoração: 7 dicas para deixar o ambiente mais moderno

Publicados

em


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Azulejos na decoração: 7 dicas para deixar o ambiente mais moderno

Há muitos anos, os azulejos estão entre as principais tendências de decoração dos lares. Um dos motivos é a versatilidade desse tipo de material, encontrado nas mais diversas cores, estampas e tamanhos. Outra vantagem é sua longa durabilidade, especialmente se comparado à pintura. Para completar, o revestimento cerâmico ainda é de fácil manutenção e, ao ser limpo com uma simples mistura de água e sabão, já volta a parecer novinho em folha.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre qual modelo escolher e quais são os melhores lugares da casa para apostar no uso de azulejos, a arquiteta Lígia Franco, da Doutor Resolve, reuniu dicas práticas que ajudarão (e muito) quem deseja transformar a decor . Confira!

Dicas para usar azulejos na decoração da sua casa

Azulejos na decoração: 7 dicas para deixar o ambiente mais moderno
Foto: Shutterstock

Local ideal

Além da estética, é preciso considerar a função principal atribuída aos azulejos… A proteção. Em cômodos “molhados”, como banheiros e lavanderia, o material é capaz de impedir a penetração da umidade nas paredes. Enquanto, em espaços de maior contato com a gordura, como cozinha e churrasqueira, ele serve para facilitar a limpeza .

Apesar disso, a especialista reforça que nada impede que você use a criatividade para incluir os azulejos em outros cômodos da sua casa. As paredes da sala ou corredores são ótimos exemplos.

Leia Também:  Saiba quais são as melhores máscaras faciais para aplicar no verão

Combinações

É possível também combinar dois ou mais modelos de azulejos, sendo que algumas lojas já até disponibilizam conjuntos com estampas diferentes. No entanto, a profissional alerta: “Deve haver cautela para não cansar o olhar ao trabalhar com mais de uma opção ao mesmo tempo”.

Para quem deseja fazer isso, é importante manter um modelo em tons neutros como base e, então, brincar com outro mais colorido ou até com o formato diferente.

Escolha do tamanho

Após a definição da área, você deve definir o tamanho das peças, que podem ser quadradas ou retangulares. Ao assentar todas as paredes do banheiro com o azulejo retangular, com o maior lado no sentido vertical, por exemplo, cria-se uma ilusão de ótica de que o pé direito (medida do chão ao teto) é maior do que realmente é.

Outro truque para metragens reduzidas é dar preferência para peças pequenas. Caso contrário, o ambiente poderá ficar visualmente confuso e poluído.

Altura correta

“Outra questão que deve ser considerada é a altura do revestimento. Para banheiros , não é obrigatório ‘azulejar’ todas as paredes até o teto. Você pode revesti-las até uma altura de 1,50 m para atender às determinações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Já a parte superior da parede pode receber apenas pintura, o que reduz o custo total”, orienta Lígia.

Leia Também:  Ex-BBB Bianca Andrade fatura R$ 120 milhões com sua marca em 2020

Você viu?

No entanto, para quem pensa em utilizar o material na área de serviço, a dica é assentar o azulejo apenas na parede atrás do tanque.

Pastilhas para complementar

Caso você queira revestir as paredes até meia altura (1,50 m), o acabamento pode ficar por conta de uma faixa de pastilhas ou faixa cerâmica. O resultado é uma decoração muito mais charmosa e focada nos detalhes.

Sem desperdícios

Após definir qual a área receberá o azulejo, calcule a quantidade que será aplicada em cada parede. Dessa maneira, você evita comprar material em excesso ou em pouca quantidade e reduz o risco de não encontrar mais o modelo desejado.

Preço

O valor do material irá variar de acordo com o tamanho, marca e qualidade escolhidos. Para economizar e passar longe de grandes reformas , uma ideia é a pintura sobre azulejos, em que é possível ocultar por completo o revestimento atual ou apenas mudar a tonalidade da parede. Fica a dica!

Consultoria: Lígia Franco, arquiteta da Doutor Resolve | Edição: Milena Garcia e Renata Rocha

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

Testamos todos os produtos da Sallve, a marca de Julia Petit

Publicados

em


source
Sallve, marca de skincare
Reprodução

Sallve, marca de skincare

Após todas as influencers que sigo e minha bolha de amigos usarem os produtinhos da Sallve (e postarem nos seus stories), decidi ver qual é. A badalada marca de skincare foi criada pela publicitária Júlia Petit, uma das primeiras e mais famosas produtoras de conteúdo de beleza do país, do portal Petiscos. Fundada em 2019, a marca já tem oito produtos e lançou neste ano suas aguardadas máscaras faciais. 


Será que os produtos realmente valem a pena ou o sucesso da marca é por conta do marketing e das pelas embalagens coloridas em tons pastéis? Confira como foi minha experiência ao testar os dez produtos durante duas semanas.

Lançamento: as máscaras faciais

Antes de tudo, vale lembrar que a marca é cruelty free, não faz teste em animais, vegana e os cosméticos são hipoalergênicos — ou seja, ponto positivo! 

O ano começou com o lançamento das Máscara Antirressaca (R$ 59,90) e a Máscara Purificante (R$ 59,90). Por enquanto o estoque é limitado. Quando terminar o estoque a marca irá avaliar se a linha será definitivamente incorporada ao catálogo de produtos. 

A Máscara Antirressaca , como o nome diz, foi desenvolvida para curar os sinais de cansanço da pele e tem na sua fórmula taurina, extrato de café e aloe vera. Eu tenho uma pele mista e sensível, com alguns pontos de rosácea e acne. Quando coloquei a máscara logo senti a refrescância da aloe vera, que logo se transformou em uma ardência muito intensa. Foi difícil permanecer com a máscara no rosto, fiquei com pontos de vermelhidão na pele e parecia que minha acne ficou mais ressaltada e irritada.

Máscara Antiressaca deixou minha pele irritada (último foto)
Divulgação/ Arquivo Pessoal

Máscara Antiressaca deixou minha pele irritada (último foto)



Já a Máscara Purificante , com argila verde, pantenol e prebióticos desobstruiu os meus poros e auxiliou na limpeza sem deixar aquela sensação de “secura” de uma máscara convencional de argila verde. Minha pele ficou limpa, os poros do nariz deram uma diminuída e até a acne parece que deu uma aliviada. 

Máscara Purificante desobstuiu os polos sem ressecar
Divulgação/ Arquivo Pessoal

Máscara Purificante desobstuiu os polos sem ressecar



Outros produtos da marca

Além das máscaras usei os demais produtos da Sallve. Vamos começar pelo básico da minha rotina de produtinhos da marca que fiz durante estas duas semanas: Limpador Facial (R$ 54,90) e Esfoliante Enzimático (R$ 59,90).

Leia Também:  O que é animosidade? Palavra usada por Karol Conká no BBB21

Você só precisa de uma gota do sabonete para lavar todo o rosto. O cheiro é agradável, senti minha pele limpa e o melhor: não repuxa a pele. Senti que o produto controlou a oleosidade da minha pele e troquei produto que usava normalmente pelo da Sallve. 

Você viu?

O Esfoliante Enzimático , que combina três ações (enzimática, física e química), utilizei no máximo duas vezes na semana, como recomenda a marca. Senti a pele macia e as partículas abrasivas não agridem a pele. A fama do produto também não é das melhores devido um recall de lotes em 2019. Além do mais, não é uma limpeza que você sente de imediato, os efeitos em meus poros apareceram depois de algumas vezes de uso.

Julia Petit e o Antioxidante Hidratante, primeiro produto da Sallve
Reprodução

Julia Petit e o Antioxidante Hidratante, primeiro produto da Sallve



Sobre os  hidratantes, o primeiro produto da Sallve, o Antioxidante Hidratante (R$ 89,90) — preferido pelas blogueiras e pelos meus amigos — é um sérum-gel que combina ácido hialunôrico, nano vitamina C, niacinamida e cafeína. A textura é uma delícia e o produto não tem cheiro forte como outras vitamina C no mercado.

A pele fica macia e com viço, entretanto, minha pele ficou mais oleosa e senti que os poros entupiram. Buscando na Internet vi que não estava sozinha. Li alguns relatos de que o produto deu espinhas. Já minha mãe, de 58 anos, que tem uma pele mais madura, amou e disse que sentiu um efeito positivo nas linhas de expressão e clareamento das manchas da pele.

Leia Também:  Saiba como receber bênçãos do anjo da guarda do seu signo

O Hidratante firmador (R$ 99,90), com oito formas de ácido hialurônico, funcionou bastante na minha pele. A textura é bem levinha e se assemelha a uma “aguinha”. Senti minha pele hidrata, conseguindo respirar e sem os poros entupidos . Acredito que funcione para peles mais oleosas ou mistas. 

Por fim da linha dos hidratantes, a Sallve tem o Hidratante Labial (R$ 24,90), uma das embalagens mais instagranáveis da marca. O produto deixou meus lábios macios, entretanto, não compraria.

O Bálsamo Demaquilante (R$ 69,90) é óleo-gel e por isso achei ele bem oleoso para a minha pele, permanecendo a sensação mesmo lavando com água e sabonete facial. Mas cumpre muito bem o seu papel em tirar a maquiagem pesada (o famoso reboco) à prova d’água. 

Para peles oleosas e com acne

O Tônico Renovador (R$ 54,90) foi minha maior surpresa dentre os produtos da marca Sallve. O cosmético, com AHA 7%, uma combinação dos ácidos glicólico 4%, málico 2% e lático 1%, e extratos de alcaçuz, hamamélis e physalis, controlou minha oleosidade e reduziu minha acne.

Já usei ácido glicólico antes e funcionou bem para minha pele acneica, além do mais a hamamélis acalmou minha pele sensível. Entretanto é necessário passar em pouca quantidade, da primeira vez coloquei muito e fiquei com uma irritação na pele. Dosando na quantidade certa, com certeza é um produto que acrescentarei na minha rotina.

Tônico da Sallve: meu produto preferido
Divulgação

Tônico da Sallve: meu produto preferido



O Sérum Antiacne (R$ 59,90), que contém ácido salicílico 2%, melaleuca e extrato de bambu, conteve um pouco minha acne sem ressecar. 

Conclusão

As embalagens são lindas e instagramáveis e podem ser uma forma das pessoas se aproximarem da marca. No entanto, a qualidade dos ingredientes e as fórmulas não ficam para trás: são excelentes. Alguns produtos não funcionaram na minha pele, como a Máscara Antiressaca, que me deu uma vermelhidão e ardência. O queridinho Antioxidante Hidrantante acabou deixou minha pele oleosa depois de alguns usos.

Por outro lado, o Tônico Renovador, o Limpador Facial e a Máscara Purificante de argila verde me surpreenderam positivamente, combatendo a oleosidade e limpando a pele, sem deixar a sensação de repuxado. Os produtos, em um geral, são agradáveis no sensorial e não tem cheiro forte.

Limpador Facial: limpeza profunda utilizando pouco produto e sem sensação de
Arquivo pessoal

Limpador Facial: limpeza profunda utilizando pouco produto e sem sensação de “repuxar”



Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA