Economia

Auxílio emergencial: confira quem pode sacar o benefício nesta terça-feira

Publicados

em


source
Calendário de saques do auxílio emergencial
Agencia Brasi

Calendário de saques do auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em março podem sacar , a partir de hoje (4) a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 11 de abril.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro podia ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

Leia Também:  Metrô de SP pode entrar em greve nesta quarta-feira (12)

Você viu?

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Regras

Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

Leia Também:  Petrobras pretende vender campos de gás e acabar com exploração na Bolívia

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Decolar adota Pix como opção de pagamento de pacotes de viagem

Publicados

em


source
Decolar é a primeira empresa de turismo que adota o Pix como modalidade de pagamento
Lorena Amaro

Decolar é a primeira empresa de turismo que adota o Pix como modalidade de pagamento

A agência de viagens Decolar agora aceita  Pix  no pagamento de compras no site e no aplicativo da companhia. A novidade está disponível para todos os clientes desde a última sexta-feira (07). De acordo com a empresa, o objetivo é democratizar o acesso ao turismo com uma modalidade simples e segura de pagamento instantâneo.

Os clientes que quiserem usar o Pix nas plataformas de vendas da Decolar devem selecionar o produto ou serviço para compra normalmente. Ao ser direcionado para a área de pagamento (Como você quer pagar?), basta clicar na opção Pix e escanear o código QR do Pix com o aplicativo bancário (ou outros com leitor de QR code) para finalizar o processo. Não há cobrança de taxas, e o serviço funciona 24 horas por dia, inclusive em fins de semana e feriados.

A Decolar, cuja operação é totalmente on-line, disponibilizou um passo a passo do procedimento no site e no app. A solução de pagamento é integrada ao sistema da Koin, fintech adquirida pela companhia em 2020.

Outras agências

Hotel Urbano  informou que tem planos para inclusão do Pix como forma de pagamento em seus canais de venda, mas ainda sem data para lançamento.

O sistema será implementado no site e no aplicativo da empresa, para pagamento de hotéis, pacotes e boletos; estorno de compras cancelada; e pagamento de fornecedores.

A reportagem perguntou a outras agências de viagens on-line se elas também já usam ou pretendem adotar o Pix como forma de pagamento. O Booking informou que não poderia responder à solicitação até o fechamento da matéria. Hoteis.com não se manifestou.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA