Cidades

Atendimentos de Covid-19 na Unimed Sul Capixaba nas duas primeiras semanas de novembro já quase ultrapassam outubro inteiro

Publicados

em

A Unimed Sul Capixaba informa que, em outubro deste ano – já com um viés de alta em relação aos meses anteriores – registrou 99 internações de pacientes com suspeita de Covid-19. Informa ainda que apenas nos 15 primeiros dias de novembro, ou seja, até o último domingo, foram registradas 85 internações de pacientes com suspeita da doença na unidade.

O número de atendimentos no Ambulatório de Síndrome Gripal (atendimento Covid-19), que em outubro foi de 1.967, até esta segunda-feira, 16 de novembro, já ultrapassou os 1.800 atendimentos.

Atenta a essa situação, a Unimed Sul Capixaba segue atuando no redimensionamento da sua capacidade de atendimento e de internação – tanto em leitos intensivos, quanto em não intensivos. A cooperativa faz um alerta à população para que mantenha as medidas de prevenção, como usar máscara em todos os ambientes, evitar aglomerações, higienizar constantemente as mãos e observar o isolamento quando estiver com sintomas gripais.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Covid-19: governo estuda extensão de validade de testes estocados
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Marco do saneamento e Tribunal de Contas exigem cobrança de taxa do lixo, explica Prefeitura de Cachoeiro

Publicados

em

Municípios brasileiros que não cobram taxa de coleta e destinação de resíduos sólidos e tarifa de limpeza urbana precisarão criar esses tributos até julho de 2021. É o que estabeleceu o novo marco regulatório do saneamento básico (lei federal nº 14.026), que entrou em vigor em julho deste ano.

Cachoeiro de Itapemirim é uma das cidades que terão que se adequar à nova legislação federal, que busca, com a medida, garantir sustentabilidade financeira a esses serviços prestados nos municípios. O não cumprimento dessa exigência configura renúncia de receita, que, nesse caso, pode gerar punições para os gestores públicos.

Além dessa obrigatoriedade, Cachoeiro também precisa atender a uma determinação do Tribunal de Contas do Estado Espírito Santo, para que a administração municipal encaminhe projeto de Lei à Câmara Municipal, até o fim deste ano, para instituir a taxa de coleta e destinação de resíduos sólidos.

A determinação consta do Acórdão 00596/2019-9, onde o órgão de controle aponta que a cobrança da taxa é constitucional, está contemplada na Lei de Responsabilidade Fiscal e é um dever do município.

Leia Também:  Unimed Sul Capixaba integra Ranking das Melhores Empresas para Trabalhar 2020 no setor saúde

Diante das exigências, a Prefeitura de Cachoeiro está elaborando o projeto de lei para criação da Taxa de Coleta e Destinação Final de Resíduos Sólidos e Tarifa de Limpeza Urbana.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA