Política Nacional

Arthur Lira defenderá “pauta tributária” das igrejas, diz líder evangélico

Publicados

em


source
Cezinha de Madureira. líder evangélico na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados

Cezinha de Madureira. líder evangélico na Câmara dos Deputados

O deputado Arthur Lira (PP-AL), candidato que conta com o apoio de Bolsonaro para a presidência da Câmara , se comprometeu com a “pauta tributária” das instituições religiosas. A afirmação foi feita pelo deputado Cezinha de Madureira (PSD-SP), presidente da Frente Parlamentar Evangélica.

As igrejas têm isenção de impostos, o que é previsto pela Constituição. Esse benefício, porém, eventualmente é ameaçado dentro da Câmara dos Deputados. Por esse motivo, a Bancada Evangélica declarou apoio a Lira.

“O deputado Lira tem um compromisso principalmente com a pauta tributária das entidades religiosas que às vezes são ameaçadas no Congresso de uma ou de outra forma, entre outras pautas”, disse Cezinha de Madureira ao Poder 360.

Você viu?

De acordo com o líder evangélico, seria bom fazer ajustes nos textos legais para deixar mais clara a isenção às entidades religiosas.

“Como há duplas interpretações às vezes, não custa nada, temos de deixar claro que é assim, pronto e acabou. O deputado Lira tem esse compromisso conosco”, disse.

Cezinha da Madureira também disse que, em 2021, a prioridade da bancada evangélica será barrar propostas como flexibilização das leis sobre aborto e drogas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Em uma semana, Bolsonaro nomeia segundo militar para cargo em seu governo

Publicados

em


source
Almirante Rocha, novo secretário de Comunicação Social do governo Bolsonaro
Ministério da Defesa/Divulgação

Almirante Rocha, novo secretário de Comunicação Social do governo Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro deve causar mais uma mudança em seu governo. O almirante Rocha, militar, será o mais novo secretário de Comunicação Social , cargo antes ocupado por Fabio Wajngarten. As informações foram apuradas pelo blog da Andréia Sadi, do G1. 

Rocha é considerado um dos conselheiros mais próximos de Bolsonaro, com suas características em comum, também tem um bom relacionamento com outras áreas do governo, como por exemplo, a ala militar. Já Wajngarten apresentava um perfil mais contrário ao dos militares. Tinha uma relação com críticos de militares, com isso perdeu o apoio dos militares que ocupavam cargos no Palácio do Planalto

A preferência pelo almirante Rocha foi feita pelo ministro Fabio Faria, a quem o almirante será inferior. Há um plano para que Wajngarten ocupe um cargo no  Planalto, pois ele é uma pessoa de confiança do presidente Bolsonaro, porém, segundo auxiliares presidenciais, ele está na pasta errada. 

Com isso, Rocha se torna o segundo militar só nesta semana que foi promovido por Jair Bolsonaro, O general Luna e Silva foi escalado para ser o novo comandante da Petrobras. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA