Tecnologia

Após polêmica, Instagram volta atrás e encerra feed igual ao do TikTok

Publicado em

Instagram recua e encerra feed mais parecido com o do TikTok
Unsplash/Kate Torline

Instagram recua e encerra feed mais parecido com o do TikTok

Após diversas críticas em uma semana bastante turbulenta , o Instagram decidiu voltar atrás e retroceder as mudanças que faziam o feed da rede social se tornar mais parecido com o do TikTok. Em entrevista ao portal The Verge nesta quinta-feira (28), Adam Mosseri, chefe do Instagram, explicou a decisão.

“Estou feliz por termos arriscado. Se não falhamos de vez em quando, não estamos pensando grande o suficiente ou ousado o suficiente”, disse Mosseri. “Mas definitivamente precisamos dar um grande passo para trás e nos reagrupar. Quando aprendemos muito, voltamos com algum tipo de nova ideia. Então, vamos trabalhar nisso”.

Recentemente, o  Instagram começou a testar com poucos usuários um feed em tela cheia que prioriza vídeos. Assim, a rede social se aproximaria do TikTok, seu atual principal concorrente, que não para de crescer. Além disso, o Instagram também começou a ampliar o número de postagens recomendadas no feed, diminuindo o número de publicações de contas que o usuário de fato segue.

Leia Também:  Canadá apresenta lei que vai obrigar Meta e Google a pagarem notícias

As mudanças, porém, desagradaram os usuários. Nos Estados Unidos, uma campanha começou a ganhar força nas redes sociais pedindo para que o Instagram voltasse a ser o Instagram, priorizando fotos de amigos. Até Kylie Jenner e Kim Kardashian aderiram à campanha, aumentando a pressão sobre a plataforma da Meta.

Agora, o Instagram anunciou que, nas próximas uma a duas semanas, vai desativar os testes do feed de tela cheia. A rede social também vai reduzir o número de postagens recomendadas no feed enquanto trabalha na melhoria do seu algoritmo.

Em teleconferência de resultados do segundo trimestre da Meta nesta quarta-feira (27), o CEO da empresa, Mark Zuckerberg,  havia dito que tanto Facebook quanto Instagram dobrariam a quantidade de publicações sugeridas no feed até o final do ano. Agora, Mosseri disse que isso será reduzido temporariamente.

“Quando você descobre algo que você gosta e que não seguia antes, isso deveria ser ótimo. Você deveria estar feliz em ver esse conteúdo. E eu não acho que isso está acontecendo o suficiente agora. Então, acho que precisamos dar um passo para trás, em termos da porcentagem de publicações no feed que são recomendações, melhorar a classificação e as recomendações e, se e quando o fizermos, podemos começar a crescer novamente”, afirmou Mosseri, prometendo melhorias no algoritmo de recomendação da rede social. “Estou confiante de que o faremos”, acrescentou, apostando que o Instagram vai voltar a trazer mais recomendações no feed no futuro, mas desta vez mais acertadas.

Leia Também:  Após excluir live de Bolsonaro, YouTube derruba 21 vídeos sobre o tema

Na entrevista ao The Verge, Mosseri afirmou que esse passo para trás não é permanente. Atualmente, o TikTok é o grande concorrente não apenas do Instagram, mas também do Facebook, fazendo com que a Meta aposte constantemente em estratégias que permitam que suas redes sociais concorram com a chinesa.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

Como transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music

Published

on

Veja como transferir as playlists
Tecnoblog

Veja como transferir as playlists

Migrar para outro serviço de streaming não precisa ser tão trabalhoso quanto se pensa. Com ajuda de alguns sites e aplicativos, você pode fazer isso sem ter que criar todas as suas listas de novo. Veja a seguir como transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music sem muito esforço.

Antes de começar, é válido destacar que em qualquer um dos serviços usados para a migração, as músicas de uma plataforma podem não fazer parte do catálogo da outra. Neste caso, estas faixas serão ignoradas e não serão listadas no novo streaming.

Não é possível realizar a migração de playlists entre serviços de streaming de forma nativa, mas com a ajuda de alguns sites, como o TuneMyMusic, você conseguirá fazer de maneira fácil a mudança de plataforma, sem a necessidade de criar manualmente todas as suas listas de novo. Veja como usar:

  1. Acesse o site TuneMyMusic e crie uma conta: Faça seu registro ao clicar no botão de login, no canto superior direito;

  2. Na tela inicial, clique em “vamos começar”;

  3. Selecione a plataforma de origem de suas listas: Aqui, você escolhe a plataforma que usa atualmente, no nosso caso, o Spotify;

  4. Será necessário fazer o login;

  5. Selecione a forma de escolher a playlist: É possível abrir e selecionar diretamente ou copiar a URL da playlist;

  6. Escolha quais músicas serão migradas: Você pode escolher a playlist inteira ou apenas algumas faixas;

  7. Selecione a plataforma de destino: Escolha o serviço para o qual você irá migrar, neste caso, o Amazon Music;

  8. Também será necessário confirmar o login na nova plataforma;

  9. Clique em começar: As músicas serão transferidas e o tempo do processo depende da quantidade de músicas selecionadas.

Leia Também:  5,4 milhões de usuários do Twitter têm dados vazados

O plano gratuito permite que você transfira 500 músicas por vez. No plano Premium, que custa US$ 2 por mês no pagamento anual, é possível fazer toda a transferência de uma vez. De qualquer forma, é uma bela ajuda não precisar criar e configurar todas as listas manualmente.

Soundiiz

O Soundiiz é um site com plano gratuito para transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music, assim como no Tune My Music. Neste caso, a modalidade free permite que seja migrada uma lista por vez. Após fazer o login no Spotify através do site, basta selecionar uma para começar e escolher a plataforma de destino. Repita o processo para todas as suas playlists. Este serviço ainda conta com aplicativo para Android.

SongShift

O SongShift é um aplicativo para iOS que permite a migração de playlists do Spotify para o Amazon Music entre outros serviços de streaming. Para usar, basta fazer o login no serviço de origem, escolher aquela que deseja converter (assim como nos casos anteriores, o plano gratuito permite uma lista por vez), fazer o login na plataforma de destino e iniciar a transferência.

Leia Também:  Comprovante de vacina do ConecteSUS chega ao Android pelo Google Pay

Como revogar as permissões de acesso na sua conta

Se você desistiu da ideia de transferir playlists do Spotify para o Amazon Music ou simplesmente não quer mais manter os serviços conectados, há como revogar o acesso.

Para o Tune My Music, ao entrar na sua conta, clique no canto superior direito, e então selecione “Configurações de conta”. Basta escolher os serviços conectados e clicar em “Desconectar”. Para os aplicativos, é necessário cancelar as permissões na área de permissão do aplicativo dentro do sistema operacional.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA