Economia

Após polêmica com leite condensado, Portal da Transparência fica fora do ar

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Gastos com leite condensado geraram polêmica nesta terça-feira
Reprodução/redes sociais

Gastos com leite condensado geraram polêmica nesta terça-feira

Depois de polêmicas envolvendo os gastos do governo federal em 2020, incluindo os R$ 15 milhões em leite condensado , o Portal da Transparência ficou fora do ar. A plataforma é o meio pelo qual a administração presta contas dos gastos públicos.

O portal saiu do ar na noite de terça-feira (26) e permaneceu sem acesso até a manhã desta quarta-feira (27). Por volta das 8h30, como informa o Estadão, o acesso foi reestabelecido.

Nesta manhã, a Controladoria-Geral da União (CGU) esclareceu, em nota, que o Portal da Transparência ficou fora do ar nesta madrugada devido a um grande volume de acessos.

De acordo com a CGU, a área de tecnologia da informação identificou a instabilidade gerada por uma sobrecarga de acessos “fora do habitual”, e está apurando detalhes a fim de “identificar as causas exatas”.

Ainda na nota, o órgão diz que está realizando “esforços de forma prioritária” para reestabelecer por completo a conexão o mais rápido possível. A CGU ainda disse ter “compromisso com a transparência”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Polícia Militar encontra R$ 300 mil em azeites e vinhos no interior do Paraná

Publicados

em


source
De acordo com investigadores, produtos valem R$ 300 mil
Divulgação/Polícia Militar Paraná

De acordo com investigadores, produtos valem R$ 300 mil

A Polícia Militar do Paraná apreendeu, na última terça-feira (23), diversas caixas com vinhos e azeites em Marmeleiro, no interior do estado. De acordo com os investigadores, a soma dos valores dos produtos pode chegar a R$ 300 mil.

Há algumas semanas, os investigadores estavam fiscalizando uma quadrilha que supostamente era especializada em armazenamento de drogas. Ao verem que um carro havia saído do depósito sem produtos, os policiais aproveitaram para invadir o local.

A Polícia informou que os produtos vieram da Argentina e investiga a participação de estrangeiros na organização criminosa.

Os produtos foram encaminhados à Receita Federal , que irá dar sequência as investigações. A Polícia Civil do Paraná também deve participar do grupo de investigação e tenta identificar os suspeitos de armazenarem os produtos. Até o momento, ninguém foi preso. 

Leia Também:  Polícia Militar encontra R$ 300 mil em azeites e vinhos no interior do Paraná

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA