Carros e Motos

Após o Cronos argentino, Fiat Argo 2023 traz retoques e câmbio CVT

Publicado em

Tal como outros modelos da Fiat — e de outras do grupo Stellantis — o hatch atualiza sua identidade visual
Divulgação

Tal como outros modelos da Fiat — e de outras do grupo Stellantis — o hatch atualiza sua identidade visual

A Fiat divulgou a chegada da linha 2023 do Argo, que terá as mesmas mudanças do Cronos, apresentado na Argentina, incluindo o novo câmbio CVT. Os seus principais destaques são um novo desenho de para-choque, a grade unida aos faróis, com tom degradê. Além disso, do mesmo modo que o restante da linha 2023, incorpora o “Fiat Flag”, novo logotipo da marca.

No material divulgado, a Fiat mostra apenas duas versões: S-Design e Trekking , que deverão preservar o motor 1.3 Firefly quatro cilindros de 107 cv e 13,7 kgfm. Nas versões “1.0” e “Drive 1.0”, o motor 1.0 Firefly tem 77 cv e 10,9 kgfm. Além do câmbio manual de cinco marchas, é esperada a estreia do câmbio automático do tipo CVT combinado com motor 1.3 Firefly .

Leia Também:  Ducati apresenta mundialmente a nova naked esportiva XDiavel Nera

A versão Trekking, mais especificamente, tem para-choque exclusivo e novos desenhos dos adesivos em preto, que englobam os detalhes em laranja no capô e na lateral.

Por dentro, o Fiat Argo 2023 ganha o mesmo volante do Fiat Pulse, com novos comandos, mas mantém o desenho do acabamento e o painel (analógico com centro digital), bem como a  multimídia Uconnect de 7 polegadas e comandos de ar condicionado nas mesmas posições já conhecidas.

Os detalhes técnicos e informações de catálogo ainda não foram reveladas. Pode ser que tenha aumentos de preços entre R$ 1 mil e R$ 3 mil, tal como a linha 2023 dos novos Pulse e Toro.

Na linha 2022, parte de R$ 74.490 na versão Argo 1.0, chegando a R$ 84.690 na configuração Trekking 1.3 manual, sem opcionais. Deverá passar dos R$ 75 mil iniciais e encostar nos R$ 90 mil na variante topo de linha com câmbio CVT.

Leia Também:  Lenda do automobilismo nacional estará em Águas de Lindóia (SP)

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Fim de uma era: Dodge aposenta Challenger e Charger a combustão

Published

on


Dodge Charger e Challenger serão aposentados e a marca focará apenas em modelos eletrificados
Reprodução

Dodge Charger e Challenger serão aposentados e a marca focará apenas em modelos eletrificados

“O Dodge Charger e o Dodge Challenger, na forma atual, estão chegando ao fim”, diz o comunicado de imprensa em anexo. “Estamos comemorando o fim de uma era – e o início de um novo e brilhante futuro eletrificado – permanecendo fiéis à nossa marca”, disse Tim Kuniskis, CEO da marca Dodge.

Aos fãs dos icônicos muscle cars norte-americanos só resta se conformar até a Dodge fabricar outros modelos que estarão cada vez mais íntimos na era da eletrificação.   E seus modelos 100% a combustão farão parte de uma era gloriosa para puristas e fãs da marca.

A empresa revelou que vai mostrar um muscle car totalmente elétrico em 2024 e para “servir de consolo” aos puristas ou “reforçar o espírito Dodge”, a empresa vai retornar com o estilo tradicional da grade retangular do Charger de 1968 a 1970 , juntamente com o l ogotipo triangular que estampava os seus carros até o início do anos 80.

Leia Também:  Vendas recuam 24% em fevereiro e bimestre já é o pior em 17 anos

Desenvolvido para aplicações de seis e oito cilindros com tração traseira ou nas quatro rodas, a plataforma LX serviu de base também ao Demon , um muscle car surgido em 2018 e marcou a era com o Challenger com seus mais de 800 cv de potência e que serviu a frota da polícia local.

A fábrica de Brampton, onde o Challenger e o Charger são fabricados atualmente, “será reequipada e totalmente modernizada” em 2024.

A instalação adotará uma arquitetura de veículo ainda não divulgada que apoiará os planos de eletrificação da Dodge . A produção deve ser retomada até 2025, e até agora não foi revelado quais veículos que serão produzidos na unidade de Brampton.

A plataforma LX é a plataforma automóvel de tração traseira em tamanho real da Chrysler , introduzida em 2004 para o modelo de 2005 e em breve, vai celebrar seu 20º aniversário marcando o fim de mais um capítulo da história da Dodge.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA