Educação

Ao vivo: confira hoje a correção das provas do Enem 2020

Publicados

em


Pelo sétimo ano seguido, a TV Brasil faz uma cobertura especial do Exame Nacional do Ensino Médio com o programa Caiu no Enem. A atração conta com professores que fazem a correção das principais questões logo após o término das provas – neste e no próximo domingo, dias 17 e 24 de janeiro, ao vivo, das 19h30 às 21h. O programa também será transmitido nas redes sociais da TV Brasil.

Além da transmissão pela emissora pública e nas redes sociais da TV Brasil, o especial vai ao ar também pelas rádios Nacional FM Brasília (96,1 MHz), Nacional de Brasília (AM 980 kHz), Nacional do Rio de Janeiro (AM 1130 kHz) e Nacional da Amazônia (OC 11.780KHz, 6.180KHz).

Apresentada pela jornalista Priscila Rangel, a produção recebe professores especialistas nas disciplinas aplicadas em cada dia da avaliação. Os convidados comentam o exame, destacam quais foram os principais temas cobrados, apontam as surpresas e analisam as questões mais complexas e polêmicas.

Além de resolverem algumas questões, os professores também tecem comentários gerais sobre a prova. O Caiu no Enem ainda explica o cálculo da nota, mostra como os estudantes podem utilizá-la e traz dicas de carreira e sucesso profissional.

Leia Também:  Começa hoje a reaplicação do Enem

Durante o programa, os professores compartilham orientações para os alunos baseadas nas informações da prova. O Caiu no Enem indica como os estudantes podem se preparar para a próxima fase do exame e conseguir manter boas condições físicas e emocionais.

O especial traz ainda flashes com as notícias sobre a dinâmica no dia do Enem, entrevistas com os candidatos e trechos da coletiva do Inep sobre a aplicação da prova.

Os interessados em participar também podem interagir pelas redes sociais com a hashtag #EBCnoEnem que será utilizada na cobertura de todos os veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Plataforma reúne questões do Enem

A EBC preparou um banco que reúne todas as questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009 a 2019 para os alunos testarem seus conhecimentos e se prepararem melhor para a prova.

No sistema, o estudante pode escolher quais áreas do conhecimento quer estudar. A plataforma vai selecionar as questões de maneira aleatória para que o candidato possa resolvê-las. A página busca ajudar os alunos ao facilitar o acesso e familiarizá-los às mais recentes abordagens da avaliação.

Acesse aqui o portal Questões Enem.

Sobre os conteúdos das provas

Ao todo, cerca de 5,8 milhões de estudantes estão inscritos para fazer as provas do Enem 2020. Essa edição do exame terá uma versão impressa, nos dias 17 e 24 de janeiro, e uma digital, realizada de forma piloto para 96 mil candidatos, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. As medidas de segurança adotadas em relação à pandemia do novo coronavírus serão as mesmas tanto no Enem impresso quanto no digital.

Leia Também:  Estudantes comentam segundo dia de prova do Enem

No dia 17 de janeiro, os alunos fazem 45 questões de ciências humanas e suas tecnologias que envolvem conhecimentos de história, geografia e sociologia. Também devem resolver 45 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias, além de redigir uma redação. Essa primeira prova tem cinco horas e meia de duração.

Já na semana seguinte, no dia 24 de janeiro, os concorrentes terão cinco horas para fazer as 45 questões de matemática e mais 45 de ciências da natureza que contemplam o aprendizado em disciplinas como física, química e biologia.

Alerta para o horário do exame

A aplicação do Enem segue o horário de Brasília. Nos dois dias de prova, os portões sempre abrem às 12h e fecham às 13h. A avaliação começa às 13h30. Os estudantes devem ficar atentos para verificar na localidade onde moram o horário exato do exame.

O Caiu no Enem será exibido pela TV Brasil nos dias 17 e 24 de janeiro, de 19h30 às 21h. Você também pode acompanhar o programa pelo Twitter e pelo Facebook.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Reaplicação do Enem tem mais de 70% de abstenção

Publicados

em


O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou, no primeiro dia de reaplicação, ontem (23), 72,2% de ausências entre os candidatos inscritos. Hoje (24), no segundo dia de reaplicação, essa porcentagem foi 72,6%. Os dados foram divulgados nesta noite pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

Esta é a terceira e última rodada de aplicação do Enem 2020, após o Enem impresso regular e o Enem digital. Os números incluem os dados da reaplicação do Enem e também da aplicação, pela primeira vez, em todo o estado do Amazonas, e nos municípios de Espigão D’Oeste e Rolim de Moura, ambos em Rondônia. Nesses locais, o Enem regular foi cancelado por causa do agravamento da pandemia do novo coronavírus. 

Podiam solicitar a reaplicação os participantes que estavam inscritos no Enem regular, mas que tiveram sintomas da covid-19 ou outra doença infectocontagiosa ou, ainda, que foram prejudicados por questões logísticas, como falta de luz, no dia do exame. 

Ao todo, de acordo com o Inep, 63.468 estudantes fizeram as provas do primeiro dia e 64.213, do segundo. O exame foi aplicado no Distrito Federal e em 1.503 municípios distribuídos em todos os estados. 

Leia Também:  Professores e estudantes comentam primeiro dia da reaplicação do Enem

As provas do Enem 2020, no entanto, não foram realizadas pelos 753 inscritos no município de Boca do Acre, no Amazonas, devido a fenômenos da natureza que impossibilitaram a logística de aplicação do exame.

“Conseguimos fazer a prova regular, a digital e a reaplicação. Foi bastante difícil. Nós tivemos várias alterações em relação ao que normalmente fazemos”, disse, em nota, o presidente do Inep, Alexandre Lopes. “Na parte das inscrições, da logística, conseguir salas, imprimir provas, trazer as pessoas e comissões ao Inep, durante a pandemia, para montar as provas, além de definir protocolos de biossegurança, foram contextos atípicos”.

Segundo Lopes foi necessário inovar bastante na forma de fazer o Enem “para entregá-lo à sociedade e dar oportunidade aos participantes que, a partir de agora, poderão dar o próximo passo e buscar o sonho de acesso à educação superior”.

Enem PPL 

Também fizeram o Enem nesta terça e quarta-feira os adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). Dos cerca de 42 mil inscritos, segundo o Inep, 24,9% faltaram no primeiro dia e 28% no segundo. 

Leia Também:  Redação do Enem tem como tema A falta de empatia nas relações sociais

O Enem PPL é aplicado dentro de unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos respectivos órgãos de administração prisional e socioeducativa de cada unidade da Federação. Só podem participar aqueles que assinam Termo de Adesão, Responsabilidade e Compromisso por meio de um sistema on-line.

Resultados 

Os gabaritos das provas objetivas estarão disponíveis, segundo o Inep, na segunda-feira (1º) junto com os Cadernos de Questões. Os resultados do Enem 2020, tanto do impresso quanto do digital e da reaplicação, serão divulgados no dia 29 de março. 

As notas do Enem  poderão ser usadas para ingressar no ensino superior e para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA