Política

Ampliação de informações para motorista de aplicativo em urgência

Publicado em


Os deputados aprovaram em votação simbólica requerimentos de urgência para duas iniciativas: uma que pretende ampliar a segurança para motoristas de aplicativos e outra que trata de liberdade religiosa. Ambos os pedidos foram acolhidos na sessão ordinária híbrida da Assembleia Legislativa (Ales) desta terça-feira (12).

A primeira solicitação acatada é referente ao Projeto de Lei (PL) 96/2022, de Gandini (Cidadania), que obriga as empresas de transporte por aplicativo a fornecerem informações prévias ao condutor do veículo sobre o passageiro. De acordo com a proposta, é preciso indicar dados sobre o local de partida, destino, trajeto e distância a ser percorrida.

Liberdade religiosa

Já o outro pedido é voltado para o Projeto de Lei (PL) 399/2021, do Pastor Marcos Mansur (PSDB), que institui o Estatuto da Liberdade Religiosa no Espírito Santo. A proposição estabelece uma série de conceitos e situações relacionados ao livre exercício da religião, garante direitos a estudantes e servidores públicos praticantes de suas respectivas crenças e propõe penalidades a quem infringir o disposto no texto.

Tanto a deputada Iriny Lopes (PT) quanto Sergio Majeski (PSDB) manifestaram-se contra o pedido de urgência. “É uma iniciativa importante. Li o projeto e ele merece uma discussão mais profunda para a gente ouvir alguns setores sociais. Não sou contrário ao mérito, apenas a urgência”, disse a petista.

Leia Também:  Saída do PSL é "separação amigável", diz Bolsonaro

Com a aprovação dos requerimentos, as matérias agora estão aptas a fazer parte da pauta da Ordem do Dia da próxima sessão, a ser realizada na manhã desta quarta-feira (13).

Novas proposições

Seis novas iniciativas foram lidas no Expediente para simples despacho e começaram a tramitar na Casa. Entre elas, o PL 162/2022, de Marcos Garcia (PP), que obriga a divulgação do portal de desaparecidos do Estado nos locais que especifica. A matéria vai ser analisada pelas comissões de Justiça, Cidadania, Segurança e Finanças.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Prefeito de Marataízes exonera quatro secretários municipais e mais 15 comissionados

Published

on

O prefeito em exercício de Marataízes, Jaiminho Machado, exonerou, em uma canetada só, quatro secretários municipais.

A lista foi publicada no diário oficial desta sexta-feira (12).

Além deles, consta na lista João Antonio Neto, o Joãozinho, gerente de gestão, que estava lotado no gabinete e também já exerceu cargo em primeiro escalão.

Em importância menor dentro da escala administrativa, também foram exoneradas outras 15 pessoas, entre diretores e outros.

Todos os nomes exonerados foram nomeados pelo então prefeito afastado Tininho Batista e eram colaboradores desde o seu primeiro mandato como prefeito.

Um dos secretários exonerados é Robson Abreu Silva que respondia por três secretarias.

Confira os secretários exonerados:

ANDERSON GOUVEIA DE OLIVEIRA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE DEFESA SOCIAL E SEGURANÇA PATRIMONIAL

ROBSON SEYR – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

ANTÔNIO CARLOS SADER SANT’ANNA –  SECRETÁRIO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PESCA E AQUICULTURA

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA DE INTERIOR

Leia Também:  Governador Casagrande instrui secretariado sobre comportamento nas eleições

ROBSON ABREU SILVA – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE AGRICULTURA, AGROPECUÁRIA E ABASTECIMENTO

JOÃO ANTONIO NETO – GERENTE DE GESTÃO ADMINISTRATIVA

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA