Esporte

América empata com o Náutico e concretiza o retorno à divisão de elite

Publicados

em


O América atuou em Recife (PE), na noite de 12 de janeiro de 2021, e concluiu mais um belo capítulo em sua rica história. No Estádio dos Aflitos, o Coelho empatou com o Náutico-PE e garantiu seu sétimo acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. A igualdade em 0 a 0, fora de casa, foi suficiente para sacramentar o acesso americano com quatro rodadas de antecedência.

Com uma campanha irrepreensível na Série B, o time comandado pelo técnico Lisca chegou a 67 pontos conquistados após 34 rodadas disputadas. Com isso, o América se mantém na liderança da competição e, além do acesso, segue forte na briga pelo tricampeonato.

Nesta quarta-feira, o Coelho retorna a Belo Horizonte e terá descanso no decorrer do dia. O time de Lisca fará um único treino na quinta-feira e volta a campo na sexta, às 21h30, quando enfrentará o Botafogo-SP na Arena Independência.

O JOGO

O primeiro tempo no Estádio dos Aflitos foi bem disputado. Em momento de ascensão na Série B, o Náutico-PE, que conseguiu sair da zona de rebaixamento nas últimas rodadas, tentou se impor dentro de casa. A equipe pernambucana conseguiu algumas chances principalmente com Kieza, porém o time americano se postou bem e conseguiu neutralizar as investidas.

  Operário vence o Confiança fora de casa pela Série B

Leia Também:  Fora de casa, Grêmio empata em 1 a 1 com o Palmeiras

A primeira boa chance do jogo, contudo, foi do América. Aos 8 minutos, Ademir recebeu pelo lado esquerdo da área e chutou cruzado para boa defesa do goleiro do Náutico-PE. No minuto seguinte, o time da casa teve uma oportunidade com Kieza, que penetrou a área e tentou driblar Cavichioli, tocando para o meio da área em seguida. Mas a retaguarda americana se recuperou bem e conseguiu bloquear o chute para o gol.

A primeira etapa seguiu aberta. Aos 28 minutos, Juninho apareceu bem dentro da grande área e cabeceou forte para a área. Disputado, o primeiro tempo não teve maiores chances de perigo nos minutos finais.

O segundo tempo seguiu a tônica do primeiro. O Náutico-PE tentava ir para cima, buscando uma vitória para abrir distância do Z-4. O Coelho conseguiu administrar o ímpeto do adversário e construiu duas boas chances. A primeira com Alê, que limpou de fora da área e chutou para defesa do goleiro do Náutico-PE. Depois, em cobrança de falta, Felipe Augusto chutou forte, mas a bola desviou na barreira e foi para fora.

  Botafogo – SP joga mal e perde para o CRB em Alagoas

Leia Também:  Juventude vence o Cruzeiro e segue firme para voltar ao G4

Na sequência, o técnico Lisca promoveu diversas substituições e colocou o América para cima. O jogo seguiu equilibrado e a melhor chance americana aconteceu em disputa na área, na qual a bola sobrou para Neto Berola, mas o atacante furou no momento do chute. Pelo lado do Náutico-PE, Jorge Henrique teve grande chance de marcar o gol nos acréscimos, mas Cavichioli mostrou que estava preparado e fez defesa importante para manter o placar zerado.

Nos minutos finais, o Coelho manteve o importante ponto e comemorou o acesso à Série A ao apito final.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Com um jogador a menos Vasco é superado pelo Coritiba

Publicados

em


Com um a menos desde os 30 minutos do primeiro tempo, o Vasco foi superado pelo Coritiba, no sábado (16/01)  pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo permanece na 15ª posição, com 32 pontos. O próximo compromisso do Gigante da Colina, será diante do Bragantino na próxima quarta-feira (20), às 21h30, no Estádio Nabi Abi Chedid.

A partida começou bem equilibrada, com as duas equipes se estudando muito. A primeira boa chegada do Vasco veio aos 11 minutos, Léo Matos avançou pela direita, achou um belo cruzamento na entrada da pequena área, procurando Talles Magno. Antes do camisa 11 chegar a zaga adversária cortou e por pouco não sobrou para Germán Cano, que antes de chegar na bola a zaga adversária conseguiu afastar novamente. Aos 14, Yago Pikachu achou um belo lançamento para Germán Cano, que dominou invadiu a área e acabou sendo travado pela defesa adversária na hora do chute.

A partida ficou paralisada por três minutos, para uma análise no VAR. O árbitro da partida foi chamado para checar uma possível cotovelada do lateral vascaíno Henrique, no meia do Coritiba Sarrafiore. No final, o árbitro optou por expulsar o lateral. O Vasco voltou a incomodar a defesa adversária aos 35, Germán Cano recebeu pela direita, invadiu área e quase sem ângulo chutou sob a meta adversária. Aos 43, o Coritiba abriu o placar com um chute de longa distância de Hugo Moura: Coritiba 1 a 0. Aos 48 minutos, Léo Gil cobrou a falta na entrada da pequena área e achou Germán Cano livre, o argentino testou firme e acabou parando na boa defesa do goleiro Wilson.

  Léo Mattos, treina por conta e se apresenta ao Vasco nesta segunda

Leia Também:  CSA e Avaí empatam em jogo com arbitragem polêmica

O Vasco começou a segunda etapa, tentando incomodar a zaga adversária e com uma postura mais ofensiva. A primeira boa investida vascaína veio aos 21 minutos, Léo Matos recebeu pela direita, cortou para o meio e engatilhou um forte chute, que acabou parando na defesa do goleiro adversário. Aos 28, Léo Matos recebeu, levantou a cabeça e achou Martin Benítez na entrada da área, o camisa 10 chegou batendo de primeira e mandou para fora.

Tentando um último suspiro aos 50 minutos, Werley levantou para a área na direção de Leandro Castan, o zagueiro desviou para trás e achou Germán Cano livre, o argentino dominou, encheu o pé e parou na boa defesa do goleiro Wilson.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA