Economia

Air France suspende temporariamente ligação com Fortaleza devido pandemia

Publicados

em


source

Contato Radar

undefined
Lucas Marques

Air France suspende temporariamente ligação com Fortaleza devido pandemia

Devido ao aumento de casos vividos pela segunda onda da pandemia na Europa e principalmente França, a Air France estará suspendendo temporariamente a rota entre Paris e Fortaleza.

De acordo com o comunicado, o voo será suspenso a partir de 8 de novembro. Em uma rápida consulta no site de reservas da companhia, os voos já não constam mais disponíveis para aquisição. Entretanto, datas pontuais em dezembro e janeiro ainda estão disponíveis e operadas por Boeing 787-9 Dreamliner.

“A Air France suspenderá temporariamente os voos entre Paris e Fortaleza em virtude da queda da demanda na rota para os próximos meses, desacelerada pela pandemia, pela nova onda de contágio em países europeus e pelas consequentes restrições de viagens e circulação de cidadãos impostas na Europa e no mundo, que, combinadas, implicaram em pressão crescente sobre a manutenção dos custos e receita unitária desses voos”

A Air France destaca ainda que os clientes poderão contar com as rotas já existentes no Brasil, para São Paulo (GRU) e Rio de Janeiro (GIG). Tendo assim, conexão com voos da sua parceira GOL para Fortaleza.

Leia Também:  Discordâncias com Congresso impedem aprovação de reforma, diz Guedes

O post Air France suspende temporariamente ligação com Fortaleza devido pandemia apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Fórum discute alternativas econômicas para o Semiárido

Publicados

em


source

Agência Brasil

Fórum do Desenvolvimento do Semiárido 2020
Hugo Andrade/Inter TV Costa Branca

Fórum do Desenvolvimento do Semiárido 2020

A Frente Parlamentar Mista em Prol do Semiárido abriu, na tarde desta quinta-feira (3), em Mossoró, no Rio Grande do Norte, o Fórum de Desenvolvimento do Semiárido . O evento discute a criação de um plano de desenvolvimento da região, considerando o aproveitando das potencialidades econômicas e a fixação de metas socioeconômicas, hídricas e ambientais.

Na abertura do fórum, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão , afirmou que criar facilidades e soluções para que tudo que for discutido e planejado seja efetivamente implementado é “a grande tarefa do governo Bolsonaro “.

Mourão disse que tem expectativa de que o Semiárido se torne um celeiro produtivo, que a população tenha mais qualidade de vida e que haja uma reversão das políticas regionais.

Leia Também:  Governo cobrará auxílio emergencial indevido de 2,6 milhões de pessoas por SMS

“Em muitos casos, ainda hoje, as únicas políticas oficiais destinadas à região são aquelas que combatem a seca , voltadas a grandes obras, normalmente destinadas aos mais ricos e vinculadas ao assistencialismo aos mais pobres, com doações, distribuição de víveres e o interminável desfile de carros-pipa “, destacou o vice-presidente.

Mourão descreveu o Semiárido como “um espaço com grande concentração de terra, água e outros meios singularmente ricos, que estando centralizados em mãos de poucos constitui um indesejável sistema de privilégios “.

Ele ressaltou que tal situação tem gerado níveis expressivos de exclusão social e até mesmo de degradação ambiental, transformando-se em fator determinante das crises socioambiental e econômica vividas em diferentes épocas nessa região.

O Semiárido, formado pela Caatinga e pelo Cerrado , corresponde a 20% do território nacional e mais da metade da Região Nordeste . A região tem população de 25 milhões de pessoas, residentes em 1.200 municípios.

O Fórum de Desenvolvimento do Semiárido, que está sendo realizado na Universidade Federal Rural do Semiárido , vai discutir, até a tarde de sábado (5) propostas para o meio ambiente e recursos hídricos, agronegócio e mercados, energia e recursos minerais, entre outros temas.

Leia Também:  Edital da Anatel para leilão do 5G não restringe Huawei

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA