Artigo

À Praça Manoel Fricks Jordão

Publicados

em

“Quando nas praças se eleva/ do povo a sublime voz…/ Um raio ilumina a treva / o Cristo assombra o algoz…” – O povo ao poder (Castro Alves)

Há sempre uma praça, ou muitas, dentro de nós. E estar na Manoel Fricks Jordão mais uma vez é reacender a minha velha paixão por Presidente Kennedy, uma cidade que amo por razões que sequer conheço.

E sem procurar entender as razões desconhecidas do peito, caminho por ela no dia da sua reinauguração como um jovem feliz ao encontro da namorada. Aliás, uma bela namorada!

A praça revitalizada está tão linda que nem mesmo a inútil paisagem de uma velha rodoviária carcomida ao seu redor consegue tirar-lhe o brilho. Nos seus recantos  passeio, acariciando-a, num namoro secreto que mistura desejos antigos com sonhos novos.

Voltar a Presidente Kennedy em dia tão significativo é rejuvenescer. Rever velhos amigos e ouvir deles boas lembranças é ter a certeza que minha passagem por lá não foi em vão. E sempre que vou me reinvento, passando calmamente por suas ruas e observando a mudança que chega, ainda que lentamente.

Leia Também:  Problema do PT é interno

Sentado na praça me ocorre que o rio Muqui, que banha Presidente Kennedy e Itapemirim, minha cidade natal, talvez seja o segredo dessa minha ligação com seu povo. Comemos o mesmo camarão pitu das suas águas. As preás gordas saídas das suas barrancas de capim Angola fortaleceram nosso laços.

Levanto e ando mais um pouco como se estivesse entre as barracas da feira livre comprando tripa de porco frita. A feira do agricultor que funcionava ali também é uma boa lembrança porque unia o povo na tarde de quinta-feira. Era o povo junto, sorrindo, feliz. Com feira ou sem feira, espero que essa praça mantenha a unidade popular.

Não há força nem beleza maior que todo o povo, junto, sorrindo e feliz. Só as praças têm o poder de unir as raças na mesma esperança por dias melhores. E elas são do povo como o céu é do urubu.

É na praça Manoel Fricks Jordão onde o coração kennedense bate melhor e mais forte. Onde todas as mãos e sorrisos se encontram, unindo sonhos para construir um tempo novo!

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigo

Eterna Aprendiz – Por Flávia Cysne*

Publicados

em

Que a vida é uma escola não é novidade né? E eu tenho constatado esse fato todos os dias. Especialmente em relação às mulheres, que têm a capacidade impressionante de se reinventar.

A constatação é realmente diária. Muitas histórias são parecidas com a minha, outras diferentes, mas todas se entrelaçam na resiliência e capacidade de seguir em frente, superando muitos desafios, sempre aliados à criação dos filhos, ao trabalho em casa e fora dela e à gestão da família, nem sempre com o apoio do companheiro, o que felizmente não é o meu caso.

Tenho convivido nos últimos meses com muitas mulheres que sempre foram empreendedoras, mas que não enxergavam o valor de sua atividade, o que felizmente mudou a partir do trabalho do conscientização e apoio como o realizado pela Aderes junto a mulheres de todo o Estado.

Numa das agendas que cumpri como representante do escritório regional sul do órgão ouvi algumas histórias que mostram a importância do nosso trabalho. Uma produtora rural contou que sempre trabalhou na roça ao lado do marido. Mas que o retorno financeiro do seu trabalho não passava pela sua mão. Era da família,  o que era enxergado até com certa naturalidade, já que com sua mãe era exatamente igual.

Leia Também:  Quarta, 04.01.12

Ela falava da importância de encontros como o que estávamos promovendo porque foi participando de um deles que descobriu que poderia ter sua própria renda fazendo as geleias, bolos e outras delícias que eram tradição de família e agradavam a todos. A mulher me contou, feliz, que o trabalho continua intenso e que agora, como dona de uma agroindústria com produtos bastante requisitados no mercado.

A diferença é que tem dinheiro no fim do mês e já comprou muitas coisas para si e sua casa que eram sonhos da vida toda. Por que estou contando isso? Porque é gratificante perceber que o nosso trabalho é muito importante para valorizar o  de tantas outras mulheres que, como eu (que tenho uma produção de flores) estão sempre em atividade.

Trabalhando pelo bem-estar da família, mas também para alcançar sonhos e projetos pessoais nem sempre valorizados.

Neste trabalho é fundamental fortalecer e valorizar outras mulheres naquilo que fazem com excelência. Mas que nem sempre veem como uma atividade empreendedora e sustentável.  Estou realmente muito feliz porque aqui ninguém solta a mão de ninguém. Juntas somos mais fortes.

  • Flávia Cysne é ex-prefeita de Mimoso do Sul e atualmente gerente da Aderes no Sul do Espírito Santo
Leia Também:  Governador entrega equipamentos para melhoria da infraestrutura rural capixaba

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA