Mulher

A personalidade do cachorro de Áries

Publicados

em


source

João Bidu

A personalidade do cachorro de Áries
Solange Cestero

A personalidade do cachorro de Áries

Seu pet é nascido no signo cardeal de Áries? 

Então ele é um animal que tem iniciativa, é ativo, ardente, entusiástico e independente. Seu elemento é o fogo, por isso, gosta de passear e fazer exercícios, e é agitado. Como frase-chave ele poderia dizer “eu sou o mais corajoso dos cães” e sua palavra-chave é “atividade”, “odeio ficar sem fazer nada”, “tenho muita energia”. Como outras características positivas podemos dizer que é dinâmico e independente, gosta de atenção e brinca muito.

Como características negativas é dominador, por isso tem um forte instinto protetor dos seus tutores; pode ser agressivo e gostar de provocar outros cães. Também é intolerante e apressado, desobediente e precisa ser adestrado adequadamente para conter os impulsos.

Filhotes nascidos com Lua em Áries são animais que não param, comem rápido e mal mastigam para brincar. São pets acelerados e irritados.

Floral de Bach

O Floral de Bach associado a este signo, dentre os 12 Curadores, é Impatiens, que restitui a paciência e a calma, e promove a cooperação. Trabalha o eixo Áries/Libra: Áries que precisa aprender a ceder, e Libra, na sombra, pela hostilidade.

Leia Também:  Com modelo bizarro e preço alto, o tênis criado por Kanye West esgota em 1 minuto e reforça tendência

É utilizado para animais hiperativos e inquietos que não conseguem ganhar peso ou mantê-lo para aqueles que perdem peso facilmente; ou para animas que ficam inquietos se não se ocupam com alguma coisa ou se recebem pouca atenção. Também para aliviar a tensão, antes de um tratamento, de animais nervosos, inquietos e agressivos. E ainda, para animais nervosos que estão em treinamento e que parecem ter pressa de aprender e por isso acabam errando.

Este temperamento acaba levando a certas categorias de patologias. A presença de Marte em qualquer signo ou Casa indica, salvo raras exceções, que o animal sofrerá pelo menos uma das doenças, ferimentos ou lesões que este planeta provoca.

O Dr. Edward Bach se referia a Impatiens como o floral nervoso. E, do mesmo modo, na homeopatia temos o tônico nervoso Kalium phosphoricum, que é um Sal de Schussler. Tanto o floral quanto o Sal podem ajudar seu animal se ele tiver esta indicação, além de outras, que serão sempre analisadas a partir da queixa principal da consulta.

Leia Também:  O ex ligou querendo voltar: veja como se livrar dessa cilada

Você viu?

Analisando a carta natal do seu Pet como um todo, que você pode fazer agora mesmo na loja de João Bidu , podemos indicar uma fórmula individualizada para seu animal, de acordo com os planetas e signos apresentados, envolvidos nas patologias e/ou emoções que desejamos tratar.

O regente de Áries é o planeta Marte – Deus da Guerra. Neste caso, o regente do mapa. Se houver interação entre Marte e Vênus, por exemplo, isto representa a paixão, um amor com intensidade podendo chegar ao fanatismo.

Em qual signo do mapa se encontra o planeta Marte do seu Pet? E com quais planetas ele interage? Peça a carta natal dele seguindo o meu link e poderemos fazê-lo, indicando o uso de terapias complementares individualizadas para cada caso.

Seu Pet é único! Ele é um ser individual!!

TEXTO:  M.V. Solange Cestero Rodriguez CRMV-SP 6472

INSTAGRAM: @solange_vet

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

77% das mulheres sofrem alteração na menstruação durante a pandemia

Publicados

em


source
77% das mulheres sofrem alteração na menstruação durante a pandemia
Sora Shimazaki

77% das mulheres sofrem alteração na menstruação durante a pandemia











A pandemia do novo coronavírus tem causa diversos impactos na saúde coletiva. Entre eles, está a alteração na saúde íntima das mulheres, como mudanças nos  ciclos menstruais e aumento dos sintomas da TPM.

Desde o começo da pandemia, um grupo de pesquisadores da  Universidade Federal de Lavras (UFLA) analisou os impactos da pandemia de covid-19, no Brasil, sobre a saúde mental  e o ciclo menstrual de mulheres em fase reprodutiva. Os resultados mostram que 97% das mulheres relataram o surgimento de novos sintomas relacionados à saúde mental e/ou alterações em seus ciclos menstruais (77%). 

As mudanças mais citadas foram: alteração no número de dias do ciclo menstrual, número de dias de menstruação, fluxo menstrual, coloração e odor da menstruação, além de apresentarem escapes menstruais (sangramentos fora de época). Além disso, muitas também relataram mudanças na Tensão Pré-Menstrual (TPM) e na libido (que, para a maioria delas, diminuiu).

Leia Também:  Tarot do Talismãs: Energias para cada signo de 10 a 16 de maio

“Minha menstruação e TPM estão mais intensas”

Clélia Maria de Oliveira e Silva
Arquivo pessoal

Clélia Maria de Oliveira e Silva

A cientista social e terapeuta Clélia Maria de Oliveira e Silva (38) relata que sempre teve um ciclo regulado sem o uso de anticoncepcional. “Desde a pandemia muitas coisas mudaram aqui. Percebi uma mudança não só no fluxo, mas toda a TPM, dores e sentir ficaram mais intensas. Sinto que estou mais ansiosa e eufórica”, relata.

Você viu?

“Sempre fui muito regrada e tinha um fluxo leve, que durava dois a três dias. Minha saúde ginecológica era ok. No primeiro ano da pandemia eu engordei muito (10 quilos) e com isso eu comecei a sofrer com desconfortos em geral.

A consultora esotérica Viviane Juruna (38) conta que também está passando por essas alterações. “Tenho candidíase, meu fluxo aumentou e eu nunca sei o dia que vou menstruar”. Ela está aguardando o resultado de exames para averiguar se isso é realmente um reflexo da pandemia ou algo a mais.

Quem também sentiu a TPM bagunçar as emoções foi a terapeuta corporal holística Bruna Gomes Correia (28), que atualmente vive em Portugal. “Eu sinto que ficou muita coisa (para lidar). Eu tenho cólicas fortes todos os meses, já tive três infecções urinárias e candidíase, coisas que não eram um problema antes da pandemia”, desabafa.

Segundo o ginecologista e obstetra César Patez, não é preciso ter tido uma infecção pelo vírus para notar alterações no ciclo menstrual, uma vez que viver durante uma pandemia já é uma experiência estressante e pesada o suficiente. “Sabemos que isso pode afetar negativamente os padrões de menstruação, alterar a duração dos ciclos, provocando uma TPM mais acentuada e menstruações mais dolorosas”, diz.

Ele também aconselha que mulheres com sintomas a mais de três meses devem buscar ajudar profissional. “Caso a mulher apresente um ciclo menstrual alterado por mais de 90 dias, como ciclos muito curtos, muito longos ou sangramento excessivo, procure um ginecologista o mais rápido possível. Investigar os motivos dessa variação é fundamental para iniciar um tratamento desde o início da doença. Assim, sua saúde e fertilidade ficarão seguras”, completa.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA