Economia

99Pay libera compra de criptoativos pelo aplicativo a partir de agosto

Publicados

em

aplicativo 99 táxi
99 táxi

aplicativo 99 táxi

O aplicativo de viagens 99 anunciou nesta quarta-feira (20) a liberação da compra e venda de criptomoedas em sua carteira digital. A partir de agosto, a compra dos ativos poderá ser feita a partir de apenas um real, sem combrança de taxas. São quatro novos ativos presentes na plataforma. 

A 99 Pay informou que pretende utilizar a plataforma para democratizar o acesso aos transações financeiras digitais e desmistificar a ideia de que o mercado de criptoativos é exclusivo a especialistas ou investidores específicos da área. César Trevisan, chefe de criptoativos da 99Pay, explica o conceito por traz da decisão da marca.

“A ideia é democratizar cada vez mais o acesso a este tipo de ativo, e desmistificar a ideia de que trata-se de um mercado destinado apenas a especialistas”, afirmou.

O aplicativo disponibiliza o método de compra e venda com apenas um simples cadastro. Na área exclusiva da carteira está disponível a cotação de criptomoedas em tempo real, além de um histórico de desempenho e uma seção única para cada ativo. As novas moedas que serão ofertadas na carteira digital são o Ethereum, USDC, Solana e Mana.

Leia Também:  Ministério anuncia terceira troca de presidente da Petrobras

O site conta com a segurança original da 99 Táxi e os pagamentos das vendas podem ser efetuados dentro da própria 99 Pay, mas também podem ser transferidos via PIX.

Aulas de educação financeira

Em coletiva, a empresa também anunciou a disponibilização de cursos de educação financeira para clientes da marca, com foco na população de classes C e D. Serão 100 mil vagas disponíveis para os cursos que serão realizados em parceria com a Barkus. Segundo a empresa, as aulas devem ser personalizadas para cada aluno via Whatsapp

Dados coletados pela 99Pay, em conjunto com a pesquisadora Consumoteca, mostra que a renda de 60% das pessoas da classe C retrocedeu nos últimos três anos, tendo o principal causador a pandemia e o isolamento social. Também foi mostrado que mais da metade dos entrevistados vive com até R$ 3 mil reais por mês.

Leia Também:  Caio Paes de Andrade é nomeado presidente da Petrobras

“A parceria com a Barkus e a oferta gratuita para 100 mil bolsas está conectada com o compromisso da 99Pay de trabalhar, de forma simples e descomplicada, pela democratização de serviços financeiros digitais, especialmente para as classes C e D que foram bastante impactadas economicamente pela crise que ainda vivemos”, diz Anselmo Baccarini, Head de Comunicação para a 99Pay.

O curso estará apto para os usuários em setembro e a divulgação será feita no próprio aplicativo.

Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Economia

Bolsonaro vai à Febraban apresentar medidas econômicas da campanha

Publicados

em

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes devem explanar propostas econômicas para os próximos anos
Antonio Cruz/Agência Brasil

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes devem explanar propostas econômicas para os próximos anos

O presidente Jair Bolsonaro (PL) deve se reunir nesta segunda-feira (8) com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) para discutir proposta econômicas da campanha e o futuro do país. A discussão está marcada para acontecer na sede da federação, em São Paulo (SP).

Entre os temas que devem ser discutidos estão o Pix, Open Banking e empréstimos para beneficiários do Auxílio Brasil. Alguns bancos ainda estão resistentes em oferecer crédito para inscritos no programa por medo de aumento no endividamento das famílias. O Bradesco, por exemplo, já informou que não vai disponibilizar os empréstimos.

Bolsonaro ainda deve apresentar as propostas que estão em seu plano de governo, além de discutir o cenário atual da economia do país. O encontro também contará com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, que deve esboçar o crescimento econômico do país nos últimos meses.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Esse será o primeiro encontro entre banqueiros e Bolsonaro após críticas feitas pelo presidente à carta escrita por membros da Universidade de São Paulo (USP) em apoio à democracia. A Febraban foi uma das instituições que assinaram o documento.

Segundo Bolsonaro, a carta tem viés político e seguiu as críticas do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, ao dizer que banqueiros assinaram o texto “pois perderam R$ 40 bilhões com o Pix”.  

A Febraban ainda deve se reunir com os presidenciáveis Lula (PT) e Simone Tebet (MDB) nos próximos dias. Ciro Gomes (PDT) ainda não tem a participação confirmada na reunião. 


Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA