Turismo

9 influenciadores de viagens internacionais para seguir

Publicados

em


source
Conheça o mundo sem sair e casa
Banco de Imagens/Pexels

Conheça o mundo sem sair e casa

Durante a pandemia da Covid-19, muitos  aeroportos já abriram e fecharam novamente, como o caso da França nesta semana, que fechou as portas para voos do Brasil , com o objetivo de evitar o aumento da contaminação pela cepa brasileira do coronavírus. Assim, muitos planos de viajar para fora do país precisaram ser adiados, o que não deve ser para sempre. Uma alternativa, neste momento, é seguir  influenciadores brasileiros de viagens internacionais nas redes sociais, buscando inspirações para fazer um planejamento de viagem ainda mais robusto que antes.

Por isso, o iG Turismo listou nove perfis de brasileiros que apresentam Nova York, Paris, Cidade do Cabo, Tóquio, Santiago e outras cidades do mundo em seus conteúdos digitais. Eles oferecem dicas para o dia a dia e paisagens que quase transportam o internauta para dentro da fotografia ou do vídeo.


@agrandemaca

O perfil de Jaime Ribeiro, que mora em Nova York, nos Estados Unidos, apresenta a cidade, nos mínimos detalhes para 50,4 mil seguidores. Restaurantes, parques, praças, monumentos, pontos famosos da cidade, além de dicas de locomoção, preços e vantagens na cidade são temas frequentes no story de A Grande Maçã. Jaime trabalha fazendo tours especiais para brasileiros na cidade, nos quais apresenta lugares da cidade que ficaram marcados em filmes de Hollywood. Além de tudo, o mascote do perfil é um cãozinho muito fofo, o Branquelo, que lembra muito o mascote do portal iG (veja abaixo).

@bycamipinheiro

Ainda nos Estados Unidos, Cami Pinheiro não dá dicas sobre uma cidade específica, mas sobre a Disney, em Orlando, destino de muitos brasileiros . Com 51,4 mil seguidores, a influenciadora conta todas as novidades dessa terra dos sonhos encantados.

Ao lado dos personagens mais fofos da imaginação infantil, ela mostra detalhes das hospedagens e dos parques, fala sobre a alimentação especial, além de sempre apresentar em primeira mão as expansões ou alterações acontecem pela Disney. Apesar de se dedicar mais à sede de Orlando, ela também fala sobre as outras unidades do parque pelo mundo.

@maxpetterson

O ator e humorista Max Petterson saiu do Ceará, no Brasil, e foi morar em Paris há muitos anos para estudar. Ele fez sucesso na internet, alcançando a marca de 633 mil seguidores, com vídeos engraçados nos quais falava sobre os perrengues que já viveu na capital francesa, assalto, ratos, apartamento pequeno, entre outros. No perfil do Instagram, ele está sempre mostrando a cidade luz e comentando sobre tudo o que acontece em volta dele por lá. Às vezes, dá até para sentir o “cheirinho” ou a temperatura da cidade, de tão próximo que ele consegue levar o internauta.

@blognosnochile

Rosi Guimarães mostra a cidade de Santiago, no Chile, para 79 mil seguidores. A mineira se define na bio do Instagram como o “maior blog especializado no Chile” e diz que ajuda a viajar o país evitando perrengues. Viciada em café e vinhos, ela conhece mais de 60 vinícolas e mostra as chilenas no perfil como ninguém, abordando todos os detalhes. Há sete anos morando no Chile, ela também administra o perfil @comerebebernochile, no qual fala exclusivamente sobre a gastronomia do país.

Você viu?

@londresnalata

É o perfil ideal para quem gosta de Londres, na Inglaterra, ou quer conhecer. O casal Ana Paroche e Luiz Freire mostra a capital inglesa para 20,7 mil seguidores. Eles dão dicas do que fazer (e do que não fazer), prometem mandar “a real sobre Londres… na lata!”. As fotografias publicadas por eles dão vontade de “turistar” na terra da rainha.

@ju_emcapetown

A brasileira Juliana Diniz, que mora há oito anos na  Cidade do Cabo, na África do Sul,  mostra muitas das paisagens maravilhosas que o lugar possui. Com quase 10 mil seguidores, ela retrata aventuras incríveis, como estar próxima de animais selvagens e silvestres, elefantes e pinguins, por exemplo, altas altitudes, mergulhos, passeios de barco e voo de helicóptero. É um ótimo perfil para conhecer a Cidade do Cabo e entender como é um lugar complexo, com grande variedade e desenvolvimento urbano ao mesmo tempo em que preserva o contato com a natureza.

@peachnojapao

Piti Koshimura é autora de um podcast e um blog, o “Peach no Japão” [pêssego, em inglês]. Nos dois espaços e no Instagram, onde tem 17,2 mil seguidores, ela fala sobre a cultura japonesa, a gastronomia, a arquitetura e transporte. As fotos que publica nas redes sociais valem cada clique para curtir, pois, além de muito bonitas, mostram muito bem a cidade de Tóquio, no Japão, dando um “gostinho” para quem quer conhecer ou voltar.

@196sonhos

O perfil verificado de Anderson Dias possui 1,1 milhão de seguidores. Recordista apontado no Guinness World Records [Livro Mundial dos Recordes], ele é primeiro brasileiro a visitar todos os 196 países do planeta , sendo o ser humano mais rápido da história a fazer o percusso. De Caruaru, em Pernambuco, para o mundo, Anderson concluiu a missão inicial e, hoje, continua viajando e mostrando curiosidades de todos os lugares do planeta, sempre com registros fantásticos, de lugares muito altos, muito gelados, etc. Para quem não sabe onde ir nas férias e busca inspiração, o influenciador deixa nos destaques do Instagram todos os stories que faz sobre um mesmo lugar. Vale a pena conferir.

@estevampelomundo

Com 649 mil seguidores em um perfil que também é verificado, Lucas Estevão é, assim como @196sonhos, uma espécie de um “super trunfo” desta lista. O influenciador contando curiosidades práticas como dicas para conseguir bons preços de passagens aéreas ou sobre as engenhosas privadas japonesas e os incríveis hotéis cápsula. 

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Destino dos famosos: esquie pelas montanhas de Aspen
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Aluguel de motorhome: opção para viajar com segurança durante a pandemia

Publicados

em


source
Aluguel de motorhome é uma opção de turismo durante a pandemia
Reprodução

Aluguel de motorhome é uma opção de turismo durante a pandemia


A pandemia do coronavírus tornou as viagens algo difícil de ser realizado. Seja de avião ou ônibus, entrar em um veículo com outros passageiros pode gerar pequenas aglomerações que facilitam a disseminação do vírus. Por este motivo, muitos turistas têm se rendido a uma forma antiga de cair na estrada em plena segurança: passeios de motorhomes.

Essas verdadeiras casas sobre quatro rodas são equipadas com cozinha, banheiro e dormitório, o que permite que uma família inteira se acomode dentro do veículo e permite que as longas viagens não sejam um sofrimento. O filme “Nomadland”, por exemplo, que levou três estatuetas no Oscar 2021 (Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Atriz), conta a vida de nômades modernos, pessoas que decidiram deixar suas casas tradicionais para viver na estrada dentro de carros, vans ou ônibus.


Para quem não quer passar tanto perrengue e gosta de um certo conforto, é possível viajar dentro da própria casa alugando um motorhome. Em conversa com o iG Turismo, Paulo Zanin, sócio diretor da Pura Vida, empresa que aluga os veículos, explica que o primeiro passo é verificar o tamanho do carro, para ver se atende à capacidade de pessoas que vão viajar.

“Uma família com dois adultos e duas crianças, por exemplo, precisa de um veículo adequado”, explica. “Depois da escolha do motorhome, é preciso confirmar se ele estará disponível na data desejada. O próximo passo é enviar a documentação e elaborar o contrato. Por último, no dia da viagem, é realizado um treinamento detalhado e a empresa fornece um manual com todos os funcionamentos do carro”, completa. 

Precisa de uma classe especial na CNH?

Segundo Paulo, vai depender do tamanho, peso e capacidade do carro. “Para os furgões, geralmente é necessária a carteira B, ônibus e micro-ônibus carteiras C e D”.

Eu posso alugar um motorhome e ir para onde eu quiser no mundo?

“Geralmente, nós restringimos as viagens a alguns países. Priorizamos os países do Mercosul. Com exceção da Bolívia, que possui algumas leis que dificultam a viagem em carros de terceiros, ou seja, carros que não estejam no nome do motorista”, explica.

Leia Também:  Aluguel de motorhome: opção para viajar com segurança durante a pandemia

A empresa fornece algum seguro ou é preciso fazer um por conta própria?

“A empresa fornece dois tipos de seguros: do veículo, que está incluso nas diárias, e o seguro viagem, que é cobrado em viagens acima de sete dias. O seguro viagem está relacionado aos viajantes e o seguro veículo aos carros”, detalha.

Quais as principais vantagens de se alugar um motorhome?

“Em um motorhome temos carro, casa e restaurante, tudo no mesmo local. Há uma flexibilidade muito grande em horários, nós escolhemos onde parar, onde comer, escolhemos a que horas chegar e sair dos lugares. E ainda há o isolamento que se faz necessário durante a pandemia. Enfim, você é protagonista da sua própria viagem, não somos fadados a uma viagem tradicional, em que temos hora para entrar e sair. Voce escolhe”, explica.

Quanto custa alugar um motorhome?

“O valor das diárias depende do tamanho, modelo, ano de fabricação, equipamentos dentro do carro e capacidade. A diária pode variar entre uma média de R$ 600 e R$ 900”.

Você viu?

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA