Mulher

6 dúvidas frequentes sobre maquiagem

Publicado em

6 dúvidas frequentes sobre maquiagem
Redação EdiCase

6 dúvidas frequentes sobre maquiagem

Maquiadora responde às principais perguntas e dá dicas incríveis

Maquiagem é um assunto amplo e que costuma gerar diversas dúvidas. Por isso, a maquiadora Mychelle Pavão responde aos principais questionamentos e dá dicas para criar makes incríveis.

7 dicas para a extensão de cílios durar mais

1. Sardas precisam ser disfarçadas?

O gosto pelas sardas varia muito. Algumas mulheres não gostam e procuram apagá-las, enquanto outras as consideram charmosas. A tendência hoje é uma pele cada vez mais natural e saudável. É preciso aprender a valorizar ou disfarçar as sardas, e não sumir de vez com elas. 

Para suavizar a aparência das sardas, deve-se usar a combinação clássica de base , corretivo e pó. Opte pela base líquida, para não ficar uma camada grossa e artificial na pele. O blush também ajuda a suavizá-las. Para sardas mais acobreadas, use blush mais rosado. Para maçãs mais rosadas, use um blush mais terroso ou, até mesmo, um pó facial num tom mais escuro.

2. Maquiagem carregada e olho preto no ambiente de trabalho, pode?

No trabalho, sua aparência tem que ser saudável. Para dar personalidade e ousadia a sua aparência, opte por batons coloridos como coral, rosados e avermelhados, mas nada além disso. Se você trabalha à noite, como dançarina ou hostess, está liberada. À noite a incidência de luz é bem menor e a maquiagem não fica tão gritante. Nunca se esqueça: sombra preta é dramática e sexy, e tem hora e lugar certo para isso.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 29 de janeiro de 2022

3. Existe idade para o batom colorido?

Hoje as meninas começam a se maquiar muito cedo, e as senhoras de 70 anos também não passam despercebidas. Tudo é uma questão de o tom combinar com sua cor de pele. Se uma menina de 10 anos quiser usar um batom laranja, não precisa ser aquele laranjão matte, pode ser um gloss mais suave tonalizado para o laranja. Temos que tomar cuidado com tom sobre tom: sapato laranja, saia laranja, blusa laranja e batom laranja não são desnecessários.

Conheça as causas da queda de cabelos em crianças

4. Criança pode se maquiar?

Muitas crianças hoje querem se maquiar. Temos que estar atentos à composição da maquiagem que elas usarão. Primeiramente, o produto deve ser registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (produtos brasileiros) e a maioria das maquiagens infantis são hipoalérgicas.

Crianças têm pele mais fina, mais sensível e mais propensa a alergias, por isso nunca devem usar maquiagens para adultos. Outro fator importante é o psicológico, fique atenta a quanto isso interfere no ego, na autoconfiança e na dependência da criança. Tudo com moderação e cuidado, ok? Pode-se usar maquiagem para adultos mais ou menos a partir dos 13 anos.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 10 de abril de 2022

5. Batom vermelho pode ser usado durante o dia?

Claro que pode! Quando se trata de cores, o bom senso é tudo. Além de ser um clássico para todos os tons de pele, tem que ter atitude, já que ele nunca passará despercebido. Lembre-se de que o batom vermelho é lindo, mas não sozinho. O cuidado com outros elementos da maquiagem, como a pele e olhos mais discretos, também tem que ser levados em consideração. A harmonia desse conjunto a deixará linda, sem ser vulgar e exagerada. Ande com um espelhinho e o batom desejado na bolsa, para retoques. Cuidado com os dentes manchados de batom e escolha o melhor tom para você.

6. Dormir com maquiagem realmente estraga a pele? Por quê?

Estraga e muito! A maquiagem cobre os poros e isso impede que a pele respire, causando o envelhecimento. No caso da máscara para cílios, ela também entope a glândula ciliar, podendo causar terçol. O processo certo é: demaquilante para rosto e olhos, tônico facial para controlar o pH da pele, água termal é opcional, mas é antienvelhecimento e ajuda peles irritadas e cansadas.

Confira mais dicas de maquiagem na revista ‘Inspire-se! Maquiagem’

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mulher

Novo estudo identifica três tipos de orgasmo feminino

Published

on

Os orgasmos receberam o nome de
Ana Melo

Os orgasmos receberam o nome de “onda”, “avalanche” e “vulcão”

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Charles em Praga, na República Tcheca, e do Centro de Saúde Genital e Educação, identificou três tipos de orgasmo feminino: “onda”, “avalanche” e “vulcão”. A descoberta foi publicada na revista científica Journal of Sexual Medicine.

Os nomes se referem à maneira como os movimentos do assoalho pélvico ocorreram durante a preparação para o orgasmo e a liberação da tensão no orgasmo.

Os cientistas caracterizaram como “onda” quando o assoalho pélvico apresenta ondulações ou contrações sucessivas de tensão e liberação no orgasmo. Já a “avalanche” ocorre quando há uma tensão mais elevada do assoalho pélvico com contrações que diminuem a tensão durante o orgasmo. Já o “vulcão” é caracterizado pelo assoalho pélvico permanecendo em uma tensão mais baixa antes de aumentar drasticamente no clímax.

Para o estudo, 54 mulheres usaram um vibrador conectado por Bluetooth, chamado Lioness, detecta a força das contrações do assoalho pélvico em dois sensores laterais, para que esses padrões possam ser analisados.

As mulheres, que realizavam as tarefas em casa, foram instruídas a se masturbarem até chegarem ao orgasmo e desligar o aparelho dois minutos após alcançarem o clímax. As voluntárias repetiram as ações por vários dias. Elas também foram solicitadas a realizar um teste de controle, no qual inseriam o vibrador, mas não se estimularam.

Os resultados apontaram que quase 50% das mulheres (26) tiveram orgasmos de “onda”, enquanto 17 tiveram “avalanches” e 11 tiveram “vulcões”.

Uma descoberta importante foi que cada mulher experimentou consistentemente apenas um dos três tipos. Alguém que tem um padrão de orgasmo provavelmente não será capaz de experimentar nenhum dos outros, embora não tenha sido estabelecido se isso é ou não possível ter outros movimentos do assoalho pélvico ou se isso é apenas menos comum.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 10 de abril de 2022

“Estamos fazendo um estudo de longo prazo de mulheres usando o Lioness para ver como esses diferentes padrões de orgamos são experimentados, quais são os níveis de prazer e de onde vem a estimulação que os induz”, disse James Pfaus, professor de neurociência da Universidade Charles e principal autor do estudo, em comunicado.

Entre no canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA