Mulher

10 dicas para reformar o seu primeiro imóvel

Publicado em

10 dicas para reformar o seu primeiro imóvel
Redação EdiCase

10 dicas para reformar o seu primeiro imóvel

Por Barbara Perez 

Segundo uma pesquisa do Datafolha, divulgada em junho passado, grande parte dos brasileiros deseja adquirir o próprio imóvel, principalmente jovens de 21 a 24 anos (47%) e solteiros (39%), que estão em busca da primeira aquisição. Pensando nisso, o arquiteto Bruno Moraes, à frente do escritório Bruno Moraes Arquitetura, compartilha 10 dicas que auxiliam nesta jornada.

1. Opte por móveis adaptáveis

Na empolgação de arrumar tudo, muitas vezes os moradores se esquecem que, no decorrer do dia a dia, novas necessidades podem aparecer. “A dica é pensar em móveis que se adaptem a essas mudanças ”, recomenda Bruno.

2. Preste atenção nas janelas 

Segundo o arquiteto Bruno Moraes, antes de definir o layout dos móveis, é importante analisar como ficará à disposição de tudo em relação às janelas. Convém deixar os armários próximos, preferencialmente de frente, para ventilar e prevenir a umidade.

3. Invista em móveis que otimizam o espaço 

Móveis e ambientes multifuncionais são excelentes opções para quem viverá em um apartamento pequeno. Entre as soluções desenvolvidas pelo escritório do arquiteto Bruno Moraes, o móvel posicionado nas costas do sofá atua como bar e bancada de trabalho. Com uma planta integrada, as discretas portas em madeira ripada camuflam o guarda-roupa.

Leia Também:  Aprenda a cuidar dos cabelos antes e depois dos exercícios físicos

4. Utilize luminárias 

Muitas vezes as pessoas decoram o primeiro apartamento aos poucos, portanto, uma dica é usar luminárias que permitam mudar a direção e acrescentar novos pontos de luz, como os trilhos com spots, que podem ser adaptados às alterações de layout.

5. Faça uma lista do que você tem 

É importante relacionar os pertences pessoais e verificar se eles cabem no espaço. “Antes da reforma, o imóvel adquirido na planta, por exemplo, reflete uma padronização realizada pela construtora. Nosso trabalho é compreender as demandas do cliente e, por exemplo, diminuir um ambiente com o intuito de ampliar um outro”, exemplifica.

6. Aproveite os cobogós 

O revestimento vazado é uma opção charmosa para delimitar os ambientes, sem bloqueá-los visualmente (sendo possível voltar ao layout original quando quiser). Dependendo do modelo, o cobogó pode ser uma alternativa mais prática e rápida que erguer uma parede, pois alguns já vêm com acabamento.

alt
Apartamento pequeno com o mesmo piso entre os ambientes oferece sensação de amplitude (Imagem: Guilherme Pucci / Projeto de Bruno Moraes Arquitetura)

7. Escolha bem os pisos

Outra dica interessante é em relação aos pisos: se for um imóvel pequeno, é possível utilizar o mesmo piso no apartamento inteiro. Essa solução dá a impressão de amplitude e unidade visual.

8. Fique atento ao posicionamento do imóvel

Fique atento se o apartamento está na face Norte ou Sul do edifício. Muito além do posicionamento geográfico, a informação indica o nível de incidência solar: do lado norte, um apartamento muito bem iluminado o dia inteiro, enquanto a posição oposta resultará em um imóvel onde o astro-rei deixará saudades.

Leia Também:  Os modelos de botas tendência da temporada inverno 2022

“Essa informação influencia totalmente no layout do projeto”, alerta Bruno. Outro aspecto determinante diz respeito ao modelo de construção adotado pela construtora. “Quando as paredes são de alvenaria estrutural, temos um empecilho para realizar mudanças mais drásticas na planta, uma vez que não podemos derrubá-las”, completa.

9. Teste torneiras, ralos e chuveiros 

Antes de tudo, Bruno relaciona alguns truques para saber se está tudo certo no apartamento novo. O primeiro é levar um balde com água e jogar nos ralos para verificar a inclinação do imóvel. O morador também deve abrir, impreterivelmente, todas as torneiras e chuveiros com o intuito de deixar a água escorrer. “Se houver algum vazamento nos sifões, eles aparecerão depois de uns 2 ou 3 minutos”, garante o profissional.

10. Faça uma vistoria elétrica 

Para fazer uma vistoria elétrica, Bruno indica um truque simples: “com o celular e o carregador, é possível testar todas as tomadas, seja de 110 ou 220v”, orienta.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mulher

Startup lança campanha para informar e combater violência obstétrica

Published

on

Apoiadores de campanha podem baixar cartazes com frases informativas sobre violência obstétrica
Gestar/Divulgação

Apoiadores de campanha podem baixar cartazes com frases informativas sobre violência obstétrica

Durante o Dia da Gestante, comemorado nesta segunda-feira (15), a startup Gestar, que conecta profissionais materno-infantis a famílias, lança uma campanha para intensificar o combate à violência obstétrica . Chamada #NaLutaPorGestar, a ação busca informar sobre esse tipo de violência e conscientizar pessoas para que saibam identificar.

Entre no canal do  iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

No Brasil, 1 em cada 4 mulheres sofreram algum tipo de violência obstétrica. Cerca de 30% delas foram atendidas em hospitais privados e 45% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de acordo com dados da plataforma. No entanto, os dados podem ser ainda maiores, já que muitas pessoas com capacidade de gestar podem não conseguir reconhecer a violência no momento que ela ocorre.

Leia Também:  Dia Marielle Franco é oficializado na cidade de Natal

A campanha #NaLutaPorGestar visa a divulgação de informações para auxiliar na redução das incidências de violência obstétrica e na divulgação do assunto. Além de um vídeo informativo, quem aderir à ação pode baixar cartazes digitais e ter acesso a escritos de profissionais parceiras da Gestar.

Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

Para mais informações e para participar da campanha, acesse o site gestar.com.br/violenciaobstetrica .

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

BLOG DO ILAURO

POLÍTICA

POLÍTICA NACIONAL

ECONOMIA

CIDADES

BLOG DO ILAURO

MAIS LIDAS DA SEMANA